Diário da Manhã

terça, 22 de outubro de 2019

Notícias

50 ANOS DA UFPEL : Câmara destaca necessidade de defesa da educação pública

09 agosto
09:43 2019

Em sessão solene na Câmara Municipal de Pelotas, na manhã de ontem, ocorreu a homenagem aos 50 anos da UFPel.

Apesar do clima de comemoração alusivo à data, as manifestações realizadas no plenário abordaram a urgente necessidade da defesa da educação pública e os impactos das restrições orçamentárias que a UFPel tem sofrido, efeitos que serão refletidos de várias formas na vida das pessoas, tanto de Pelotas e região, quanto da sociedade como um todo.

A proposição do ato solene foi realizada pelo vereador Ivan Duarte, egresso da pós-graduação em Educação da Universidade, momento de sua formação que, segundo ele, proporcionou uma “importante tomada de consciência da realidade” refletida na sua trajetória de vida. Em sua fala, o vereador lamenta que em uma data de comemoração seja necessário destacar fatos ruins que prejudicam a Universidade e põem em risco o futuro da Instituição. “Pensei muito antes de trocar o meu discurso, mas é um momento de luta para reverter os cortes no orçamento das Universidades. Está em jogo o impacto econômico que a UFPel tem para a região e o sonho de muitas famílias que desejam ter seus filhos na Universidade”, destaca.

O VICE-REITOR Luís Amaral evidenciou os vários papeis da Universidade perante a sociedade e o compromisso que a UFPel tem em proporcionar atividades de ensino, pesquisa e extensão gratuitas e de qualidade. Em sua fala, destacou a importância da pesquisa realizada na UFPel que é de excelência e impacta diretamente em políticas públicas mundiais e na qualidade de vida das pessoas. “Precisamos defender a educação para garantir que a UFPel possa comemorar mais 100, 200 anos”, finaliza.

Em seu discurso, o deputado estadual e servidor da UFPel, Fernando Marroni, lembrou das unidades fundadoras da UFPel, como a centenária Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, o Conservatório de Música, a Escola de Belas Artes e a Faculdade de Ciências Domésticas. Marroni lembrou que os benefícios que a Universidade proporciona para a sociedade são os mais variados e em diversas áreas de atuação. “Precisamos insistir que a educação pública é fundamental para construirmos o futuro desta nação. É momento de lutar para que nos 60 anos da UFPel a realidade seja diferente”, afirmou o deputado ao defender que a sociedade deve resistir e lutar pelo futuro das universidades.

REITOR Pedro Curi Hallal participou da Sessão Solene

REITOR Pedro Curi Hallal participou da Sessão Solene

O REITOR Pedro Curi Hallal enumerou várias atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão realizadas pela comunidade acadêmica da UFPel que impactam diretamente na vida das pessoas. São 96 cursos de graduação, 44 Programas de Pós-Graduação, 2,5 mil servidores, 1,5 mil terceirizados e cerca de 20 mil estudantes. “Analisando estes dados, percebemos que 1/3 da população de Pelotas tem vínculo direto com a Universidade” salienta, destacando também o impacto econômico que estes números representam.

Ao destacar importantes atividades como a presença no Parque Tecnológico através de iniciativas de inovação tecnológica, a participação ativa nas pautas de Cultura e Patrimônio, os diversos projetos na área de esportes, a atuação nos grandes eventos da cidade, como o Festival Internacional de Música, a Feira do Livro e a Fenadoce e a parceria com todos os municípios da região, Pedro atenta para outros fatores relevantes como a presença do pesquisador Cesar Victora como o brasileiro mais cotado para receber o prêmio Nobel e a posição de destaque da Universidade no ranking CWUR, aparecendo entre as mil melhores do mundo, a 13ª melhor do país e a segunda melhor do Rio Grande do Sul. “Estamos atrás apenas da UFRGS”, comemora.

O reitor ainda destacou a qualidade da Assistência Estudantil, as cinco Unidades Básicas de Saúde que a UFPel gerencia, a gestão democrática, a política de cotas, a preocupação com as causas ambientais, o serviço de radioterapia, a assistência jurídica gratuita e os R$ 600 milhões que são injetados anualmente na economia da região. Para finalizar o seu discurso, Pedro Curi Hallal falou sobre o que a gestão tem programado para o futuro da UFPel e fez um apelo: “Não tenham vergonha de defender a educação, independente se é da base de apoio da Presidência da República ou não”.

Entre as ações previstas para o futuro da Universidade estão a criação de disciplinas mais transversais aos cursos, o combate a evasão, a valorização dos professores, a revitalização do campus Anglo e a consolidação dos projetos do Centro de Eventos na antiga Brahma, da Laneira e do Hospital Universitário.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções