Diário da Manhã

segunda, 15 de outubro de 2018

Notícias

8×0 NO PRIMEIRO TESTE: Clemer apresenta ideia de equipe

8×0 NO PRIMEIRO TESTE: Clemer apresenta ideia de equipe
10 janeiro
10:43 2018

Além do esboço de time titular, jogo-treino serve para mostrar modelo de jogo com transição rápida e intensidade

Foram tantos gols, que teve torcedor se perdendo na contagem Foto: Carlos Insaurriaga/Assessoria GEB

Foram tantos gols, que teve torcedor se perdendo na contagem
Fotos: Carlos Insaurriaga/Assessoria GEB

Ninguém deveria esperar resistência da equipe do Sindicatos dos Atletas Profissionais do RS (Siapergs). O jogo-treino desta terça-feira no Bento Freitas era apenas para quebrar a rotina de treinos da pré-temporada do Brasil, simulando uma partida de futebol, apesar da fragilidade do adversário. O placar de 8 a 0 não pode ser levado em consideração, mas dois pontos foram constatados: a ideia de time titular do técnico Clemer e o modelo de jogo com transição rápida.

No começo da atividade, Clemer colocou em campo a formação que pode ser utilizada na partida de estreia no Campeonato Gaúcho – dia 17 de janeiro, contra o Juventude, no Bento Freitas. Os 11 titulares são: Marcelo Pitol; Eder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Bruno Colaço; Leandro Leite, Itaqui, Toty, Mossoró e Alisson Farias; Luiz Eduardo.

A distribuição tática pode ser definida por 4-2-3-1, com variação para o 4-1-4-1, quando Itaqui avança e se junta aos três meias. Toty faz o lado direito, Mossoró (destaque pela constante movimentação na articulação das jogadas) na função centralizada e Alisson Farias pela esquerda. Luiz Eduardo é um centroavante de mobilidade, embora ocupando o espaço do centro do ataque.

Nesta primeira parte da atividade, contra o jovem time do Sindicato, o Brasil abriu 3 a 0. Os gols foram marcados por Mossoró, Itaqui (em cobrança de falta com barreira) e Heverton.

MUDOU TUDO – Depois de observar os titulares na primeira etapa, Clemer trocou todos os jogadores para a segundo tempo, mas manteve a ideia de jogo e a distribuição em campo, reproduzindo o sistema tático. Mesmo sem repetir os acertos, a equipe xavante se aproveitou do cansaço do adversário para amontar gols. Foram mais cinco: dois de Ednei (um de pênalti e outro em perfeita cobrança de falta), Matheus Lima, Robério (de pênalti) e Patrick – contra -, após boa jogada de Artur.

Nesta segunda parte do jogo-treino, a escalação teve Carlos Eduardo (Marcão); Ednei, Gustavo Bastos, Rafael Dumas e Artur; Vacaria (Zé Augusto), Souza, Calyson (Chrigor), Deyvid Sacconi (Igor) e Dudu (Luiz Henrique); Matheus Lima (Robério).

AMISTOSO – Clemer gostaria de observar a equipe em outro amistoso (aí sim contra um time mais forte). Essa hipótese está reduzida por falta de adversário. A possibilidade de jogar com o Avenida se inviabilizou, porque a equipe de Santa Cruz do Sul irá jogar hoje com o Veranópolis e, na sexta, contra o time de transição do Grêmio. O presidente Ricardo Fonseca descartou a realização de amistoso com o São Paulo em função da rivalidade entre os clubes, que, em outras oportunidades, tornou o jogo viril em demasia às vésperas de uma competição.

CURIOSIDADE – O nível de curiosidade da torcida do Brasil em relação ao novo time pôde ser comprovado na presença ao jogo-treino de ontem no Bento Freitas. Cerca de 1 mil torcedores foram ver a goleada de 8 a 0 sobre os meninos do Sindicato. Como é começo de temporada, os xavantes estão cheios de boa vontade. Aplaudiram tudo que aconteceu na partida – até mesmo a entrada em campo do adversário. Só que muitos deles se perderam na contagem dos gols, pois foram tantos.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções