Diário da Manhã

quinta, 20 de junho de 2019

Notícias

 Mais recentes

Abertura da 9ª colheita da uva terá degustação ao público

10 janeiro
09:09 2019

A abertura oficial da 9ª edição da colheita da uva apresentará uma novidade. O público poderá degustar a fruta diretamente na área de cultivo.

O local escolhido pela comissão organizadora do evento é a propriedade do agricultor Rafael Boher, na colônia São Manoel, 8º distrito de Pelotas, Rincão da Cruz.

A abertura da colheita é organizada pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Emater, Embrapa, Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. O evento será na tarde do domingo, dia 3 de fevereiro, e parte da programação já está definida. Às 13h, o local será aberto ao público. Às 13h30min, inicia-se a comercialização de uvas e derivados; às 14h, apresentação musical de banda; às 16h, abertura da colheita; às 17h, banda; às 20h, encerramento. No local, haverá espaço para artesanato, agroindústria, gastronomia diversificada, além de mateada.

As feiras para comercialização da uva se iniciarão no dia 26 de janeiro – uma semana antes da abertura da colheita – e vão perdurar até o dia 10 de fevereiro, uma semana depois. Há possibilidade, restando produção, do encerramento das feiras ser prorrogado.

Os pontos para venda serão fixos e itinerantes, em ônibus adaptados pela SDR, para percorrer os bairros e proporcionar comércio direto do produtor ao consumidor. A uva será comercializada em embalagens padronizadas de um quilo e de 2,5 quilos.

Há cerca de 50 produtores de uvas em Pelotas

Há cerca de 50 produtores de uvas em Pelotas

SUPERSAFRA

Grande número de horas de frio no inverno e pouca chuva no período de formação da fruta são fatores que se somam para indicar que a uva da zona rural de Pelotas, neste ano, terá uma supersafra, com acréscimo de 10% a 15% em relação ao ano passado, quando a produção girou em torno de 1,4 milhão de toneladas. O Município produz as variedades de mesa Niágara Rosa e Izabel, e a Bordô, que é própria para a fabricação de sucos e vinhos.

“A SDR desenvolve a política de ampliação da área de produção de uva no município, com maior estímulo à variedade Niágara Rosa, com sabor bastante apreciado e aceito pelos consumidores e com grande capacidade de produtividade”, comenta o secretário Jair Seidel.

Toda a uva produzida em Pelotas é para abastecimento do próprio mercado local e da região. Além da grande qualidade da produção, não há nenhuma dificuldade para comercialização. Pelotas conta com cerca de 35 produtores que trabalham com a fruta como fonte de renda.

A SDR e a Emater desenvolvem um trabalho forte para legalização de agroindústrias do ramo. Cinco (duas da Família Camelato, Vinhos João Bento, Quinta Martins e Família Guiot) já estão regularizadas, e há outras em processo.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções