Diário da Manhã

quinta, 19 de setembro de 2019

Notícias

AGROINDÚSTRIA : Avícola Pelotense tem 210 mil aves

AGROINDÚSTRIA : Avícola Pelotense tem 210 mil aves
11 setembro
08:54 2019

A  Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), realizou supervisão em sete agroindústrias de produtos de origem animal, instaladas na atual administração municipal, para verificar o emprego de boas práticas de fabr icação, manipulação e condições sanitárias dos estabelecimentos. A visita foi feita pelo secretário Jair Seidel e equipe técnica vinculada ao Sistema de Inspeção Municipal (SIM).

O primeiro empreendimento visitado foi a Casa Nostra Frigorífico Ltda, localizado no Areal. A capacidade de abate é de 30 bovinos e 90 ovinos por dia. O estabelecimento aguarda a finalização do Licenciamento Ambiental e a SDR acompanha a evolução do negócio há mais de um ano.

NA Região Colonial, Avícola Pelotense recolhe 180 mil ovos/dia

NA Região Colonial, Avícola Pelotense recolhe 180 mil ovos/dia

Três agroindústrias na área urbana também receberam a equipe. A Agroindústria de Embutidos A & Z Alimentos, com sede no bairro Liberdade/Três Vendas, especializada em linguiça gourmet; Nossa Carne, da Sanga Funda, que trabalha com cortes bovinos especiais a vácuo e abastece hamburguerias de Pelotas com sua produção de hambúrgueres; e Linguiças Mesquita, no bairro Três Vendas, que produz linguiça frescal.

Na zona rural, foram visitados três empreendimentos no 3º distrito, Cerrito Alegre. Neitzke Embutidos é uma agroindústria familiar, padrão SDR, que produz embutidos e charque; a Granja de Ovos Renascer, com 6 mil ovos/dia; e a Avícola Pelotense, que conta com 210 mil aves e a capacidade produtiva de 180 mil ovos/dia. Esta recebe inspeção federal e, os demais, a do SIM.

“Constatamos que há grande aceitação dos produtos das agroindústrias de origem animal. O mercado absorve toda a produção e isso se deve à qualidade. Continuamos, em conjunto com a Emater, determinados a incentivar e participar da ampliação dessa natureza de agronegócio. Há espaço garantido”, afirmou o secretário Seidel.

Trabalhar a expansão do método de criação de galinhas poedeiras fora de gaiolas (soltas) é uma das metas da SDR. “O produto ganha qualidade e o sistema proporciona maior conforto às aves”, disse Seidel.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções