Diário da Manhã

sábado, 20 de abril de 2019

Notícias

Ativistas organizam ato contra a suspensão de atividades culturais no Mercado Público

Ativistas organizam ato contra a suspensão de atividades culturais no Mercado Público
17 abril
08:46 2019

No próximo sábado, 20, às 18h, o Mercado Central será palco de um grande manifesto contra a suspensão das atividades culturais no local. Intitulado como “Samba no Mercado – A Retomada Silenciosa”, o movimento capitaneado por ativistas sociais ligados ao samba e outros segmentos culturais, visa sensibilizar recente decisão tomada pela 2º Promotoria de Justiça Especializada de Pelotas, representada pelo ilustríssimo Dr. André Barbosa de Borba, que atendendo manifestação recorrente de alguns moradores das adjacências do Mercado Central decidiu, em audiência no último dia 02 de abril, pela suspensão por 60 dias dos eventos “Roda de Samba”, assim como quaisquer outros de mesma natureza, independente do gênero musical.

Insatisfeitos e constrangidos com a decisão ministerial, artistas, músicos, sambistas e outros, buscaram apoio junto ao Legislativo municipal no intuito de atentar para a discussão do tema.

O Mercado Central, enquanto patrimônio histórico, recebeu uma nova ressignificação para além de um ponto turístico. Hoje é um espaço que respira arte e que chama atenção pelas manifestações culturais, as quais permitem um momento de lazer aos pelotenses, se tornando inclusive referência nacional, cuja decorrência é a causa da atual notoriedade do espaço.

A vereadora Daiane Dias (PSB), juntamente com o presidente da Comissão de Cultura da Câmara, Marcos Ferreira (PT), e o vereador Reinaldo Magalhães (PTB), igualmente entende a importância da luta pela manutenção das apresentações culturais no Mercado Público, o qual hoje é referência em socialização, entretenimento e cultura.

Nos próximos dias, os parlamentares marcarão um encontro com o Promotor de Justiça para tratar o tem

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções