Diário da Manhã

quarta, 20 de novembro de 2019

Notícias

Audiência homenageia 90 anos do 4º BPM

21 fevereiro
17:01 2014

A sessão proposta pelo vereador Tenente Bruno (PT), realizada na manhã desta sexta-feira, para homenagear os 90 anos do 4º Batalhão de Polícia Militar, foi marcada pelas lembranças de companheiros que deram a vida no cumprimento de seu dever. Um minuto de silêncio, logo no início da solenidade, lembrou o trágico acidente, na BR-116, no dia 20 de fevereiro, em que o policial militar André Luiz Victória Freitas morreu.

Sessão foi marcada pela tristeza por morte de policial militar

Sessão foi marcada pela tristeza por morte de policial militar

Em seu discurso, o Tenente Bruno lembrou que, um dia antes, haviam se encontrado em Porto Alegre, – o vereador, em nome da Câmara Municipal, e o policial, em nome da Brigada Militar. “Esta sessão também é uma justa homenagem a ele e a todos esses homens e mulheres que fazem um trabalho acima do que seria possível fazer, porque estamos no ano de 2014 e não temos a estrutura que gostaríamos de ter, nem o salário que gostaríamos de ter, mas o policial é aguerrido, não se inclui na Brigada Militar por uma mera profissão, mas por vocação de servir”.

O parlamentar, que durante 28 anos serviu à Brigada Militar, recordou de outro colega, “o soldado Hartwig, policial 24 horas por dia, que respirava polícia. Um símbolo de policial corajoso. Em nome dele quero dizer que ser policial é ter uma segunda pele, porque damos para a sociedade aquilo que nenhuma profissão dá: a própria vida”.

Ao se manifestar, o major Enilton Albuquerque, comandante do 4º BPM, disse que os 90 anos do Batalhão foram feitos de “gerações de policiais que labutaram e dedicaram suas vidas em prol da segurança pública”. Ele contou que o policial morto no acidente do dia 20/02, era casado com uma soldado do Batalhão, e que ele teve que dar a notícia da morte para ela e depois, a  seu pedido, conduzi-la ao local do acidente.

''A união que temos, os nossos valores, as pessoas, são o que há de melhor na Brigada Milita'' disse o major Enilton Albuquerque

”A união que temos, os nossos valores, as pessoas, são o que há de melhor na Brigada Milita” disse o major Enilton Albuquerque

” A união que temos, os nossos valores, as pessoas, são o que há de melhor na Brigada Militar. O prédio pode ser bonito, a fachada histórica, as denominações importantes, mas são as pessoas que viveram toda a história desses 90 anos que realmente importam”, afirmou.

O comandante referiu-se, ainda, à constante evolução que vive o efetivo do 4º BPM: “vivemos com um efetivo politizado, num estado de direito. Nossos cursos preparam o servidor para as mais diversas ocorrências, tanto no aspecto físico, quanto emocional. Estamos ligados às redes sociais, integrados à comunidade”.

Mesa - A mesa de autoridades presentes à audiência pública foi composta pelo vereador proponente, Tenente Bruno, pelo vereador Marcos Ferreira (PT), que abriu os trabalhos, o comandante do 4º BPM, major Enilton Albuquerque, o coronel Paulo Duarte, comandante regional do CRPO Sul, tenente Fabiano Nunes, da 8ª Brigada de Infantaria Motorizada, sargento Gilson Caldas, da Defesa Civil Estadual,Major Petry, do Comando Regional do Corpo de Bombeiros e o major Perachi, do Colégio Tiradentes, além do jornalista Sadi Sapper, representando o prefeito municipal. Prestigiaram a solenidade, os vereadores Edmar Campos (DEM), Beto Z3 (PT) e Salvador Ribeiro (PMDB).

Ao final da solenidade, o Tenente Bruno entregou placa comemorativa ao comandante do 4º BPM pela passagem dos 90 anos, e ao comandante regional do CRPO Sul, coronel Paulo Duarte.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções