Diário da Manhã

segunda, 26 de outubro de 2020

Notícias

Brasil sofre gol no início e perde para o Avaí em Santa Catarina

07 outubro
09:21 2020

Após levar no fim contra Chapecoense, catarinenses de Florianópolis marcam no início com Iury e vencem por 2×1, com o gol de Luiz Henrique sendo o desconto rubro-negro no final

Por: Henrique König

Noite de terça-feira (6) em que as coisas deram errado para o Xavante. Pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Ressacada, em Florianópolis, o Brasil saiu derrotado pelo Avaí, placar de 2×1. Os gols do Azul e Branco foram do lateral Iury, no primeiro minuto, e de Rômulo, contando com o desvio, na etapa final. Luiz Henrique, que veio do banco de reservas, descontou só nos acréscimos.

O Xavante completa quatro jogos sem vitória, com dois empates e as duas derrotas para os catarinenses: em casa para Chape e fora contra o Avaí. O Brasil caiu para o 14º lugar, com 15 pontos na tabela, por enquanto com quatro de vantagem para zona do rebaixamento. Mas, caso haja vencedor em Cruzeiro x Sampaio Corrêa de quinta-feira, a vantagem para o Z-4 fica em só dois pontos.

Na próxima rodada, o Brasil enfrenta o Juventude, no clássico gaúcho em Caxias do Sul, no estádio Alfredo Jaconi.

Na próxima rodada, o Brasil enfrenta o Juventude, no clássico gaúcho em Caxias do Sul, no estádio Alfredo Jaconi.

Na próxima rodada, o Brasil enfrenta o Juventude, no clássico gaúcho em Caxias do Sul, no estádio Alfredo Jaconi.

Desatenção no início e desvantagem

No primeiro minuto, lindo lançamento na área do Brasil, ninguém acompanhou a subida do lateral Iury e ele finalizou de primeira, com a bola no alto, sem chances a Rafael Martins: 1×0 para o Avaí.

O Brasil demorou a reagir, mas o Avaí permitiu. O time de Geninho não adiantou suas linhas contra o do agora visitante Hemerson Maria, que é nascido em Florianópolis e trabalhou em Avaí e Figueirense por diversos anos. Mas o Xavante teve muito mais a posse de bola, chegando a atingir um cume de 70% de domínio no meio campo.

Eram poucos ataques, mas o Brasil criou algumas situações. Felipe Albuquerque apoiou bem nos avanços, em um dos lances cruzou e Gegê cabeceou para fora. Em outro levantamento partindo da direita, Poveda cabeceou e a bola foi fraca para o goleiro Lucas.

Outro lance foi um lançamento de Poveda, Matheus Oliveira dominou com dificuldade no fundo, tocou para trás, a bola passou por Bruno Matias e Sousa mandou a finalização para fora. Do outro lado, o Avaí pediu pênalti em um cruzamento que raspou na mão de Alex Ruan. O árbitro sinalizou só escanteio.

Derrota confirmada e invencibilidade vira jejum

O Brasil demonstrou muita posse de bola, mas poucas válvulas de escape. Lembrando que não conta mais com o zagueiro Lázaro, negociado com o futebol árabe, já assinou a rescisão de contrato. O atacante Jarro esteve suspenso. Gegê, como titular, foi pouco participativo mais uma vez no meio campo.

Com o Brasil inoperante e inefetivo nas transições do meio para o ataque, o Avaí ainda contou com a sorte quando Rômulo arriscou de longe, a bola desviou em Leandro Camilo e tirou o goleiro Rafael Martins do lance: 2×0.

Com a partida praticamente perdida, as trocas surtiram quase nenhum efeito. Uma delas, Luiz Henrique, o garoto da base, ainda fez o gol de desconto em um lance individual, de fora da área. Chute sem chances para o goleiro Lucas: 2×1.

Com quatro jogos sem vencer, o próximo desafio é outra parada dura: enfrentar o Juventude no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. O histórico recente é de bons resultados contra os Jaconeros, mas o momento é favorável aos alviverdes, que disputam posição no G-4. Nesta rodada, empataram com o líder Cuiabá.

FICHA TÉCNICA: AVAÍ 2×1 BRASIL

AVAÍ: Lucas; Iury, Rafael Pereira, Airton e João Lucas; Ralf, Jean Martin (Alan Costa), Pedro Castro, Valdivia (Vinicius Jaú), Rildo (Getúlio) e Rodríguez (Romulo). Técnico: Geninho.

BRASIL: Rafael Martins; Felipe Albuquerque (João Ananias), Camilo, Héverton e Alex Ruan; Sousa, Bruno Matias (Simião), Gegê (Luiz Henrique), Matheus Oliveira (Dellatorre) Danilo Gomes e Gabriel Poveda (Cristian). Téncico: Hemerson Maria.

  • ÁRBITRO: Antonio de Sousa, auxiliado por Mauro de Sousa e Alisson Damasceno.
  • GOLS: Iury e Romulo (AVA) e Luiz Henrique (BRA).
  • Partida válida pela 14ª rodada da Série B do Brasileiro, disputada na Ressacada, em Florianópolis (SC), na terça-feira (06/10).

Imagem 2

Imagem 1

Imagem 3

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.