Diário da Manhã

quarta, 08 de julho de 2020

Notícias

Cadeia feminina de Rio Grande abrigará presas da Região Sul

22 outubro
13:11 2014

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) autorizou, na sexta-feira o início das obras da Cadeia Pública Feminina de Rio Grande. A nova unidade prisional terá 286 vagas. A estrutura terá 6.249,33 metros quadrados e será erguida no mesmo terreno da Penitenciária Estadual de Rio Grande, localizada na BR-392, km 15, Vila da Quinta.

A previsão de entrega da obra é para outubro de 2015, e o investimento total é de R$ 13,7 milhões. Destes, R$ 8,8 milhões são oriundos do Governo Federal, e a contrapartida do Estado é de R$ 4,9 milhões.

O projeto a ser implantado, doado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), compreende 11 módulos, horizontais, de forma a beneficiar o fluxo de presos, agentes penitenciários e outros profissionais que circulam no estabelecimento prisional.

SUPERINTENDENTE anuncia que serão 286 vagas

SUPERINTENDENTE anuncia que serão 286 vagas

A Cadeia Pública Feminina de Rio Grande atenderá as necessidades de aprisionamento feminino na Região Sul e será destinada para presas provisórias. Segundo o diretor de Engenharia da Susepe, Carlos Hebeche, “em sua concepção, este projeto atenderá aos parâmetros de acessibilidade tanto da pessoa presa, quanto de seu visitante, possuindo espaços acessíveis de vivência, convivência, assistência e educação”.

O superintendente da Susepe, Gelson Treiesleben ressaltou que “a obra vai gerar desenvolvimento para o município de Rio Grande, pois a empresa construtora irá contratar mão de obra da comunidade, gerando trabalho e renda na cidade”, explicou. Gelson enfatizou, ainda, a importância de uma unidade prisional feminina na região, que atenderá também mulheres gestantes e com filhos, e não precisarão ficar distantes de suas famílias.

ESTRUTURA – O novo presídio terá um módulo de ensino, com salas de aula, sala de professores, biblioteca e espaço de informática. Haverá salas para trabalho e um módulo de assistência à saúde, com enfermaria, consultório odontológico e atendimento multiprofissional. Também está previsto uma brinquedoteca e um módulo de berçário, com salas para terapias ocupacionais, multiprofissionais e lactário.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções