Diário da Manhã

sexta, 24 de novembro de 2017

Notícias

 Mais recentes

Casa de Passagem acolhe moradores de rua em Pelotas

10 julho
09:12 2017

A abordagem de pessoas em situação de rua, que dormem ao relento nos dias de frio intenso, é uma das tarefas executadas pela equipe da Casa de Passagem da Secretaria de Assistência Social (SAS). O serviço de ronda percorre ruas e avenidas diariamente, oferecendo um abrigo àqueles que vivem nas ruas ou que não tem condições de pagar por estadia.

Um grande número de usuários já conhece o serviço oferecido na Casa de Passagem e vão espontaneamente até o local, mas outros ainda são resistentes. “O trabalho da ronda é de convencê-los a saírem do frio e passarem a noite em local abrigado”, afirma a assistente social da Casa, Taiana Santos Marques.

Atualmente 26 pessoas são atendidas diariamente na Casa de Passagem e nesta época do ano, com o frio mais rigoroso, a demanda aumenta.

Atualmente 26 pessoas são atendidas diariamente na Casa de Passagem e nesta época do ano, com o frio mais rigoroso, a demanda aumenta.

A ronda é feita a partir das 18h e normalmente aborda pessoas em situação de rua na região central, mas também atende a chamados da população, explica Taiana. Atualmente 26 pessoas são atendidas diariamente na Casa de Passagem e nesta época do ano, com o frio mais rigoroso, a demanda aumenta.

Durante a ronda, realizada na noite da última sexta-feira (7), muitos se recusaram a ir até o abrigo. Segundo eles, sexta, sábado e domingo são dias bons para ficar na rua, “ganhar um dinheirinho”, como disseram – alguns motivados a utilizar o dinheiro na compra de drogas, muitos são usuários de crack.

A ronda é feita a partir das 18h e normalmente aborda pessoas em situação de rua na região central, mas também atende a chamados da população

A ronda é feita a partir das 18h e normalmente aborda pessoas em situação de rua na região central, mas também atende a chamados da população

A ronda encaminha apenas adultos até a Casa, já as crianças encontradas nas ruas à noite são direcionadas ao Conselho Tutelar. Ao chegar na Casa de Passagem, o usuário tem acesso a chuveiros, alimentação e cama. Os abrigados também têm acesso ao plantão social da Secretaria, onde são encaminhados para retirar documentos, procurar familiares e, em casos de necessidade, tem acesso aos serviços de Saúde do Município.

A Casa de Passagem, localizada na rua Três de Maio, 1074, também abriga residentes de outras cidades que acompanham parentes em hospitais de Pelotas e acabam dormindo em frente às instituições, por falta de opção.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções