Diário da Manhã

sexta, 28 de fevereiro de 2020

Notícias

Cidadania é a receita da Escola La Salle Hipólito Leite

Cidadania é a receita da Escola La Salle Hipólito Leite
09 dezembro
10:04 2013

Acostumados a tratar de assuntos sérios, os vereadores foram vencidos, na manhã de quinta-feira, pela energia altamente positiva e pela emoção dos depoimentos de alunos e professores da Escola Fundamental La Salle Hipólito Leite, localizada no bairro Areal.

Uma verdadeira aula de cidadania, dividida, primeiro com a comunidade do próprio bairro e, na Câmara, com os parlamentares, os servidores e o público que foi se aproximando, curioso, para ver o motivo de tantas palmas, gritaria e cantos.
Eles trouxeram, com simplicidade e alegria, a mensagem dos irmãos lassalistas, religiosos educadores, que, por meio das escolas, “desenvolvem atividades de nível espiritual/educacional, estimulando os estudantes, professores e funcionários a exercitarem o afeto, a inteligência e a vontade pela busca de uma convivência harmoniosa consigo, com o mundo e com Deus dentro do tripé lassalista de fé, de serviço e de fraternidade”, como assinala a mensagem em seu site.

ESTUDANTES lotaram plenário

ESTUDANTES lotaram plenário

DOIS PROJETOS foram desenvolvidos este ano, pela Escola La Salle Hipólito Leite, com as comunidades do Areal e Navegantes. O Cidadão Mirim, com as três turmas dos quartos anos, e o Vereador Escolar, com as três turmas das oitavas séries. De acordo com o diretor, Irmão Alexandre de Souza, os alunos participaram de um momento de formação e de envolvimento com a realidade local das pessoas que vivem ao redor  da Escola.
“Eles conheceram suas necessidades e também foram protagonistas de um mutirão ecológico e uma mini audiência pública na Escola durante a mostra de criatividade que realizamos”, contou o diretor. Entre os temas tratados, a comunidade do La Salle se preocupa muito com a segurança no trânsito, especialmente com a chegada do Shopping Pelotas, porque agora, eles estão entre duas avenida com tráfego intenso: a Ferreira Vianna e a Bento Gonçalves.

“Já tivemos acidentes e atropelamentos, inclusive de um aluno nosso”, disse a vice-diretora, Inês Maria Tomazini, explicando que no total são 700 crianças e adolescentes que vão e vem diariamente.

EXPERIÊNCIA – Para a direção da Hipólito Leite, a experiência vivida pelos alunos trouxe resultados importantes. “Eles estão mais participativos em sala de aula, mais interessados”, afirma o diretor. Mas, o principal, é a conscientização do que acontece além dos muros da Escola. A realidade da vida lá fora. “Eles se tornaram multiplicadores, mostrando às pessoas a importância da coleta seletiva do lixo, do saneamento básico, da cidadania,” disse . E completou: “eles estão mais responsáveis.”

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções