Diário da Manhã

sexta, 19 de julho de 2019

Notícias

Cidade é palco da Expoarroz Tech 2019

Cidade é palco da Expoarroz Tech 2019
13 maio
08:30 2019

Entre os dias 14 e 16 de maio – terça e quinta-feira da próxima semana –, o Centro de Eventos Fenadoce, em Pelotas, será palco da sexta edição da Expoarroz Tech. A principal novidade é o foco no cenário tecnológico da cadeia produtiva do arroz.

Em 2019, o evento recebe mais uma edição do Fórum Expoarroz, quando serão discutidos os setores da cadeia produtiva, incluindo a produção e industrialização do arroz. A ideia é qualificar o processo e promover o debate sobre assuntos relevantes ao setor, como exportação e comercialização.

Durante o lançamento da Feira, realizado no fim de 2018, a prefeita Paula Mascarenhas parabenizou a iniciativa dos organizadores de trazer a tecnologia para uma cadeia produtiva tão importante, como a do arroz. Paula lembrou ainda que o setor precisa de apoio e estímulo, para continuar agregando valor e gerando empregos na região:

“Pelotas tem muito orgulho do que vem construindo até aqui e dessa cadeia produtiva, da qual a cidade é referência. A orizicultura tem ajudado a sustentar a nossa economia, e os produtores têm sabido lidar com as dificuldades, se reinventar”.

EVENTO promove encontro entre visitantes e expositores, criando excelentes oportunidades a negócios e prospecção

EVENTO promove encontro entre visitantes e expositores, criando excelentes oportunidades a negócios e prospecção

Segundo o coordenador do evento, Fernando Estima, a tecnologia é uma das grandes saídas para agregar valor à produção. “Somando isso à nossa capacidade de ensino e pesquisa sobre as questões portuária e de logística, não tenho dúvida de que inovação e tecnologia se farão presentes durante a feira”, assinalou. A Expoarroz Tech vai receber a primeira edição do Round Tech, que reunirá empresas desenvolvedoras de tecnologia para os mais diversos elos da cadeia produtiva: plantio, colheita, armazenagem, beneficiamento e áreas transversais, como ferramentas de gestão e tecnologia da informação.

Também ocorrerá a 7ª International Rice Round Business, que tem o objetivo de trazer importadores de arroz de todo o mundo para negociar com as indústrias e empresas exportadoras do alimento brasileiro. A ideia é abrir novos mercados ao produto nacional. Conforme o Irga, a Zona Sul é a região do Estado mais adiantada em relação à colheita: até a semana passada, o número chegou a 154.771 hectares, totalizando 1.265.761 toneladas e uma produtividade de 8.178 kg/ha, a melhor do Rio Grande do Sul até o momento.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções