Diário da Manhã

terça, 14 de julho de 2020

Notícias

COPA DO BRASIL : Xavante mira classificação por confiança e finanças

12 fevereiro
08:18 2020

Gustavo Papa é o único técnico que já avançou o Rubro-Negro no histórico do torneio

Por: Henrique König

Estádio Bezerrão, em Brasília, horário das 20h30. É o caminho do Grêmio Esportivo Brasil na Copa do Brasil 2020. Em jogo único diante do Gama, quem vencer avança para a segunda fase, enquanto o empate é favorável aos pelotenses. A partida nutre grandes expectativas ao clube, porque passar para a segunda rodada significa grande aporte financeiro e uma confiança a mais para o grupo que recém venceu o primeiro jogo no ano, quando bateu o São José, por 1×0, no Gauchão.

Em 14 de fevereiro de 2019, o empate com o Tubarão fez o Brasil avançar Foto: Jonathan Silva / GE Brasil

Em 14 de fevereiro de 2019, o empate com o Tubarão fez o Brasil avançar
Foto: Jonathan Silva / GE Brasil

O adversário vive um momento oposto, em afirmação. O Gama do técnico Vilson Taddei tem quatro vitórias em quatro jogos no Estadual do Candangão; a última foi sobre o Ceilândia, fora de casa, em sonoros 6×0 e com direito a time misto. Entretanto, são duas baixas nos considerados titulares: o lateral-direito Gabriel e o meia Esquerdinha estão no departamento médico e fora do jogo.

O Brasil quer pisar no terreno da Copa com mais autoridade, após o primeiro avanço de fase, que veio em 2019, justamente com o na época técnico interino, Gustavo Papa. O time passou pelo Tubarão empatando fora e caiu na segunda fase para o Avaí.

Para o jogo em Brasília, o treinador pode repetir o time da vitória sobre o São José no último sábado. O meio campo demonstrou algumas fragilidades na saída de bola e na contenção diante dos porto-alegrenses e precisa tomar cuidado com as investidas dos meias do Gama. Uma volta de Leandro Leite não é descartada. Na defesa, expectativa pela manutenção da equipe e, no ataque, Cristian pode ter nova oportunidade, com Nathan iniciando no banco.

FICHA TÉCNICA: GAMA x BRASIL

GAMA: Rodrigo Calaça; Marcos Baiano, Emerson, Gustavo e Paulo Henrique; Wagner Balotelli, Tarta, Andrei, Luquinhas, Jeferson Maranhão e Nunes. Técnico: Vilson Taddei.

BRASIL: Matheus Nogueira; Ednei, Lázaro, Héverton e Bruno Santos; Revson (Leandro Leite), Simião, Maicon Assis, Gabriel Poveda, Cristian e Wesley. Técnico: Gustavo Papa.

ÁRBITRO: José Woshington da Silva, auxiliado por Bruno Vieira e Fernando Antonio Júnior (trio pernambucano)

HORÁRIO: 20h30.

Partida única da disputa da primeira fase da Copa do Brasil 2020

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções