Diário da Manhã

sexta, 06 de dezembro de 2019

Notícias

DANDÔ : Show “Clarões” no circuito de música

DANDÔ  : Show “Clarões” no  circuito de música
29 novembro
09:06 2019

Sexta às 20h na Casa do Trabalhador – rua Santa Cruz 2.454 -, apresentação da compositora e cantora paulista Manu Saggioro. Conforme Duglas Bessa, que coordena o Dandô Circuito de Música Dércio Marques na cidade, será a edição que encerrará o calendário de shows deste ano. Manu é paulista de Jaú, e também viveu em Bauru. Em 2001, acompanhada do violão, percorreu doze Estados. Em 2006, levou sua música a nove países. Em 2009, concluiu a graduação em música, habilitação em guitarra. O show do primeiro disco “Clarões”, será apresentado amanhã em Pelotas. Como anfitriã da agenda local, Maria Laura Marques. Programação com apoiadores: Adufpel/Sindicato; Rádio Com 104.5; Bem da Terra; Chapper & Cavada Advogados Associados; ADUCPel; SINASEFE; Eco Restaurante; Sindicato dos Bancários; Simsapel; Sindicato dos Metalúrgicos. Ingresso a R$10,00.

CLARÕES foi lançado neste ano. No disco, as faixas: Asa de Canção; Um Dedo de Prosa; Clarões; Identidade; Satélite; Bicho Homem; Cantos de Fado; Pachamama; Agüita; Menino do Manzuá; Graça; Só Restarão as Estrelas; Quem Ensinou; Moda de Viagem. Na sonoridade, ritmos como a música caipira, rock, jazz e MPB. Entre as influências, som latino, arte regional e blues. Conforme divulgação: “Pelos palcos e estúdios do Brasil e do mundo desde 2002, Manu reúne em seu disco, que contou com a direção artística da cantora Ceumar, catorze canções inéditas. E o trabalho apresenta um pouco das várias influências que arrematou pelo caminho. O álbum conta com composições de Tetê Espíndola, Tavinho Limma, Levi Ramiro, Osvaldo Borgez, Tata Fernandes, Déa Trancoso e da própria Manu. E sua voz tanto está solo, quanto em parcerias com Manoel Carlos Rubira e Ceumar”. Na internet: manusaggioro.com

LUGAR - “Precisei encontrar, diante de tudo o que já experimentei e do que vinha compondo, o lugar onde eu mais me reconheço em profundidade. É como se eu tivesse feito uma enorme andança, identificado o meu local de origem”, conta Manu.

(C0G0Y)

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções