Diário da Manhã

sábado, 21 de abril de 2018

Notícias

De Fusca na Copa do Mundo da Rússia

De Fusca na Copa do Mundo da Rússia
12 janeiro
08:41 2018

Expedição Fuscamérica dá o pontapé inicial para maior de todas as aventuras do projeto e convoca público a participar de financiamento coletivo

Fotógrafo Nauro Júnior é o idealizador da expedição. O Fusca ano 1968 já percorreu sete países da América do Sul Foto: Daniel Marenco

Fotógrafo Nauro Júnior é o idealizador da expedição. O Fusca ano 1968 já percorreu sete países da América do Sul
Foto: Daniel Marenco

O Fusca ano 1968 que já riscou sete países da América do Sul tem sonhos mais ousados para 2018: vai cruzar o oceano. A Expedição Fuscamérica anunciou esta semana que estará com o Segundinho – apelido carinhoso do veículo ícone do projeto – na Copa do Mundo da Rússia. De acordo com o fotógrafo Nauro Júnior, idealizador da expedição, a ideia é rodar cerca de 20 mil quilômetros entre os meses de junho e julho, acompanhando os bastidores dos jogos do maior espetáculo esportivo do planeta. “Queremos mostrar o lado B da Copa, os torcedores de todos os cantos, a mistura de idiomas, e os bastidores que as transmissões internacionais não mostram”, destaca Nauro. O roteiro prevê o embarque do Fusca no Porto de Rio Grande, em abril, e desembarque na Alemanha, de onde será enviado por via terrestre até a cidade de Moscou.

Na maior de todas as aventuras da Fuscamérica, Nauro terá a companhia do co-piloto Caio Passos, que hoje vive na cidade de Porto, em Portugal. O encontro da equipe será em Lisboa, de onde seguem de avião até Moscou. A Rússia é o país com maior área do planeta, cobrindo mais de um nono da área terrestre. Mas nem isso impediu que o projeto começasse a ser delineado há dois anos. “Foram muitas reuniões, conversas com amigos, empresas, contatos com canais de televisão, até acharmos o modelo ideal de viagem”, explica Nauro. Depois de percorrer mais de 30 mil quilômetros em incursões pela América do Sul, desde 2012, ele encara o desafio com serenidade. “Fusca e futebol tem a mesma essência, são do povo, e isso faz com que a nossa aproximação com as pessoas seja facilitada”, argumenta.

PROJETO COLETIVO – Mesmo com negociações em aberto com alguns canais de televisão, a equipe da Expedição Fuscamérica decidiu arregaçar as mangas e colocar em prática uma forma independente de tornar o projeto viável: um financiamento coletivo. No dia 20 de janeiro – Dia Nacional do Fusca – será lançada a plataforma de arrecadação de doações para a meta de R$ 40 mil. “Na verdade este valor é a metade do total necessário para a viagem, o restante será pleiteado junto a empresas e parceiros”, informa Nauro.

Para dar suporte à logística da viagem, a “equipe terra” planeja todos os detalhes do roteiro. A equipe formada por Gabriela Mazza, Ígor Islabão, Greice Piche e Jéssica Barz é responsável pela organização dos percursos, contatos com imprensa e alimentação das mídias sociais da Expedição Fuscamérica, que tem mais de 10 mil seguidores do Facebook.

Para chamar a atenção do público sobre o início do financiamento coletivo, esta semana foram lançados vídeos com personagens que integram a história do projeto. Até o dia 20 de janeiro, um depoimento será publicado por dia, fazendo a chamada para o projeto e uma contagem regressiva. “A ideia é que o público participe, compartilhe e embarque nessa aventura com a gente”, finaliza Nauro.

 

Serviço:

Expedição Fuscamérica

Facebook:

Facebook/expedicaofuscamerica

Instagram:

@expedicaofuscamerica

E-mail:

expedicaofuscamerica@gmail.com

 

Fotos: Daniel Marenco e Nauro Jr.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções