Diário da Manhã

quinta, 18 de outubro de 2018

Notícias

Derrota sob protestos

Derrota sob protestos
11 junho
08:15 2018

Brasil perde de 2 a 0 para a Ponte Preta e continua perto do Z-4

Os resultados paralelos foram favoráveis. Mas o Brasil não aproveitou essa circunstância para se afastar da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. Pelo contrário ficou mais perto do abismo. Agora a distância é de apenas dois pontos para três times que estão no Z-4: Criciúma, Goiás e CRB. A derrota de 2 a 0 para a Ponte Preta, sábado à noite, no Bento Freitas, desencadeou protestos da torcida e reunião para discutir possível mudança no comando técnico da equipe.

Dos quatro times da zona de rebaixamento, o Goiás foi o único que venceu na 10ª rodada. O Criciúma empatou em casa com o lanterna Boa e o CRB também ficou no empate no clássico alagoano. Se vencesse o Brasil abriria cinco pontos do Z-4. Mas decepcionou. Está com 10 pontos em 10 jogos – aproveitamento de 33%. É o primeiro time fora da zona de rebaixamento.

JOGO - Mesmo com as reconhecidas dificuldades de criação no meio-campo, o Brasil produziu boas chances de gol no primeiro tempo. Aos 16 minutos, Eder Sciola cruzou da direita, Luiz Eduardo cabeceou e o goleiro Ivan fez grande defesa. No rebote, Lourency tentou a conclusão, mas a bola foi para fora. Itaqui também teve a oportunidade da conclusão em cruzamento de Lourency, mas André Luís tocou para escanteio. Houve ainda uma bola no travessão em conclusão de falta de Itaqui e Ivan impediu gol de Sciola.

A Ponte Preta fez 1 a 0, aos 44, num chute de fora da área de Murilo. Na segunda etapa, o Brasil voltou a ter chances de gol: Ivan brilhou em finalização de Michel e Eder Sciola “isolou” a bola, após cruzamento de Welinton Junior. Nos contra-ataques, a Macaca definiu o jogo. Aos 41, depois de Pitol fazer duas defesas na sequência, Paulinho ampliou a vantagem para 2 a 0.

Clemer pressionado no 50º jogo

ClemerO técnico Clemer completou neste sábado a sua 50ª partida no comando do time do Brasil. Ele tem 19 vitórias, 14 empates e 17 derrotas – aproveitamento de 47,3%. Apesar de os números serem aceitáveis, o treinador passa por momento de pressão no Bento Freitas. Sua demissão já é admitida como uma hipótese possível. Uma reunião ocorreu logo após o encerramento da partida com a Ponte Preta – derrota por 2 a 0.

A diretoria de futebol do clube optou pelo silêncio neste domingo. O presidente Ricardo Fonseca viajou na manhã de ontem para Rússia, onde irá assistir à Copa do Mundo. Ele se afasta da cidade justamente num momento de turbulência, com a equipe à beira da zona de rebaixamento na Série B do Brasileiro. O vice-presidente Eduardo Fagundes assume o comando do clube pelo prazo de 18 dias.

O Brasil volta a jogar na sexta-feira, às 19h15, diante do líder Fortaleza, na capital cearense. A equipe terá desfalques nessa partida, porque Calyson e Leandro Leite receberam o cartão amarelo. Bruno Colaço segue lesionado, mas Willian Machado foi destaque do time no sábado – mesmo sendo um zagueiro improvisado na lateral-esquerda.

 

BRASIL

Marcelo Pitol

Eder Sciola

Leandro Camilo

Rafael Dumas

Willian Machado

Leandro Leite

Itaqui

Lourency

Toty (Kaio)

Calyson (W. Junior)

Luiz Eduardo (Michel)

Técnico: Clemer

 

PONTE PRETA

Ivan

Igor Vinícius

Renan Fonseca

Leo Santos

Orinho (Paulinho)

Nathan

André Castro (J. Vitor)

Tiago Real

André Luís (Murilo)

Danilo Barcelos

Junior Santos

Técnico: João Brigatti

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas

Árbitro: Rodrigo Baptista Raposo (DF)

Assistentes: Lucas Torquanto Guerra (DF) e Leila Naiara da Cruz (DF)

Cartões amarelos: Leandro Leite e Calyson (B); Igor Vinícius, Renan Fonseca, Orinho, Danilo Barcelos e Murilo (Ponte)

Gols: Murilo (44min do primeiro tempo) e Paulinho (41min do segundo tempo)

Fotos: Jonathan Silva/Assessoria GEB

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções