Diário da Manhã

quinta, 02 de julho de 2020

Notícias

Diário da Manhã inaugura nova fase

Diário da Manhã inaugura nova fase
11 setembro
23:41 2013

Fundado em 24 de junho de 1979, o Diário da Manhã foi pioneiro na impressão off-set em Pelotas. Também implantou o formato tabloide na imprensa local. Foi o primeiro jornal da cidade a ter edições ininterruptas (de segunda a segunda, todos os dias).

Neste ano, quando completou 34 anos de circulação na Zona Sul do Rio Grande do Sul, o Diário da Manhã dá mais um exemplo de evolução na maneira como transmite informação aos seus leitores ao inaugurar, no dia 20 de setembro, seu portal de notícias no endereço www.diariodamanhapelotas.com.br. Com isso, acabaram os limites territoriais para o noticiário produzido pelo jornal pelotense, que agora ganha o mundo.

O que não muda é o compromisso que o DM tem com o jornalismo sério, imparcial e com credibilidade, conquistado junto aos seus leitores através de um trabalho que se renova todos os dias. O jornal que fala e se identifica com Pelotas e a Zona Sul do Estado fica mais acessível, dinâmico e moderno. E as novidades não param por aí. Em 2014, quando completará 35 anos, o jornal apresentará um novo projeto gráfico.

“Em 1979, quando o Diário da Manhã foi fundado, muitos afirmavam que seria difícil existir dois jornais diários em Pelotas. A cada passo que o Diário da Manhã dava, nesses anos  todos, rumo ao futuro e ao progresso, nunca faltaram previsões que indicavam outra direção”, comenta o jornalista Hélio Freitag, diretor-presidente e primeiro editor do jornal.

Jornalista Hélio Freitag

Jornalista Hélio Freitag

“Nunca esmorecemos e sabíamos que o jornal se transformaria num formador de opinião, responsável por dezenas de empregos diretos, centenas de empregos indiretos, milhares de assinantes e leitores em geral, contribuindo – decisivamente – para uma nova era na imprensa de Pelotas e da Região”, observa Freitag.

Além de ousadia, o Diário da Manhã teve sucesso. Numa época de crise na indústria gráfica, com fechamento de diversos títulos e outros migrando exclusivamente para o meio digital, nosso jornal vai na contramão do mercado. Acreditamos no jornal impresso. Prova disso é o aumento da tiragem e circulação, aumento no número de assinantes e consumidores do jornal.

O portal agora lançado será um coadjuvante ao noticiário impresso, andarão de mãos dadas e se complementarão. Certos jornais sofrem com as mudanças, enquanto outros ficam mais relevantes nestes tempos digitais. O Diário da Manhã parece estar inserido neste segundo grupo. Ele cresce em meio ao aumento da popularidade da internet.

É claro que entendemos que o mercado editorial está em crise, temos uma equipe reduzida porém maravilhosa e competente que precisa apertar o cinto, reduzir custos, fazer mais com menos.

Ocorre que a cada nova edição lançada, não é com o mercado que nos preocupamos e sim com você leitor. Não é na crise que pensamos. É na fantástica sensação que temos de publicar um jornal na esperança que ele interfira de maneira positiva na sua vida.

Sobre o autor

Hélio Freitag Júnior

Hélio Freitag Júnior

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções