Diário da Manhã

segunda, 20 de maio de 2019

Notícias

Dois mototaxistas são mortos na mesma noite

Dois mototaxistas são mortos na mesma noite
06 fevereiro
08:27 2014

Crimes ocorreram no Simões Lopes e nas Três Vendas. Este ano já foram registrados dez homicídios.

Antônio Carlos

Antônio Carlos

O mês de fevereiro mal começou e já foram registrados dois homicídios, ambos ocorridos na mesma noite, num intervalo de pouco mais de uma hora. As vítimas eram mototaxistas, sendo que um deles regulamentado e o outro não. Foram assassinados a tiros, Antônio Carlos Dilli Nunes, de 44 anos, e Elpídio Bilhalva de Oliveira, de 51 anos. Chegam a dez os casos de homicídios registrados este ano. A Equipe de Homicídios, coordenada pelo delegado Félix Rafanhim, está investigando a motivação, bem como a autoria de ambos os crimes.

O primeiro crime foi registrado por voltas das 21h10m, na Av. Brasil, no Bairro Simões Lopes; o segundo, às 22h20min, na Avenida Zeferino Costa, no Bairro Três Vendas.

Elpidio

Elpidio

No primeiro homicídio a vítima, que era mototaxista regulamentado, participava de um churrasco que se realizada nos fundos da casa, devido a uma comemoração familiar. Uma caminhonete branca teria estacionado em frente ao portão da casa, tendo um dos ocupantes descido e chamado Antônio Carlos. Quando ele atendeu ao chamado foi alvejado com quatro tiros, dois deles na altura do peito e outros dois nas costas.

No pátio havia um motor, onde foram encontrados 18 munições calibre 28, dez munições calibre 38 e um coldre. A polícia constatou que Antônio Carlos havia recebido mensagens de ameaça antes do crime. A mulher dele ouviu os disparos e pediu socorro. Os dois disparos nas costas foram efetuados quando ele tentava correr para os fundos da casa.

OUTRO – Por volta das 22h20min, a Brigada Militar foi acionada para comparecer na Avenida Zeferino Costa, nas proximidades de uma olaria, onde um homem estaria caído sobre uma moto Honda CG-150 Titan.

Quando os policiais chegaram ao local perceberam a vítima estava morta e que tinha sido executada com vários tiros. Elpídio tinha perfurações na cabeça, na perna e no peito. Testemunhas informaram que dois homens que estavam em outra moto teriam efetuado os disparos. Não foram identificados suspeitos em nenhum dos dois assassinatos.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções