Diário da Manhã

quinta, 13 de dezembro de 2018

Notícias

EM 120 DIAS : Metamorfose no primeiro turno

09 agosto
08:12 2018

Brasil e São Bento estão diferentes na comparação com a partida de abertura da Série B do Brasileiro

Depois de 19 jogos, campanha irregular e troca no comando, Brasil e São Bento se reencontram neste sábado, às 16h30, no estádio Wagner Ribeiro, pela 19ª rodada (primeira do segundo turno) da Série B do Campeonato Brasileiro. Há 120 dias, as duas equipes se enfrentaram no Bento Freitas – abertura da competição -, empatando por 1 a 1. Na sequência da competição muita coisa mudou em Pelotas e Sorocaba.

O Brasil sofreu no primeiro turno, andando por seis rodadas seguidas na zona de rebaixamento. A vitória por 1 a 0, sábado, diante do Goiás, no Bento Freitas, possibilitou que a equipe saísse do Z-4. Mas está no limite do precipício. Nos 19 jogos do turno, o Xavante ganhou cinco, empatou seis e perdeu oito. O aproveitamento é de apenas 36,8%.

A campanha frustrante fez com que houvesse mudança no comando técnico. Clemer foi demitido na 11ª rodada. Gilmar Dal Pozzo chegou ao clube e custou a acertar a equipe, que somente agora dá sinais de reação. O grupo de jogadores também mudou bastante. Observando a escalação do jogo de 14 de maio, cinco apenas devem estar em campo (como titulares) no sábado: Marcelo Pitol, Valdemir, Leandro Leite, Eder Sciola e Lourency.

Naquela partida, houve a inversão de posicionamento de Valdemir e Sciola. O meio-campista foi para a lateral e o lateral para o meio-campo. Uma infeliz invenção de Clemer. Do time da estreia, Artur, Deyvid Saconni (entrou no segundo tempo) e Alisson Farias já foram embora. Rafael Vitor, Heverton, Welinton Junior, Mossoró e Michel perderam espaço no time.

SÃO BENTO

O São Bento participa pela primeira vez da Série B em 35 anos. O time paulista andou flertando com a zona de rebaixamento, mas nunca encerrou uma rodada no Z-4. Sua pior posição foi a 16ª colocação na 15ª rodada, quando completou quatro derrotas seguidas. O time se caracteriza pelo número excessivo de empates: nove (ao lado do Juventude). Ganhou cinco jogos e perdeu também cinco.

O técnico Paulo Roberto Santos foi demitido em junho. Marquinhos Santos chegou a Sorocaba e promoveu uma reformulação no elenco do São Bento. Zé Roberto, Rodolfo, Paulinho, Walterson e Everaldo foram contratados para a Série B, mas já saíram do clube. O Bentão segue contratado. Ainda nesta semana foram apresentados os laterais Samuel Santos e Pedro Botelho – este último com passagem pelo Arsenal e estava no Vitória.

Valdemir jogou de lateral diante do São Bento na rodada de abertura da Série B: é um dos cinco que seguem no time Foto: Jonathan Silva/Assessoria GEB

Valdemir jogou de lateral diante do São Bento na rodada de abertura da Série B: é um dos cinco que seguem no time
Foto: Jonathan Silva/Assessoria GEB

O quanto mudou

Brasil

Time da estreia: Marcelo Pitol; Valdemir (Sousa), Rafael Vitor, Heverton e Artur; Leandro Leite; Eder Sciola, Alisson Farias, Welinton Junior (Mossoró) e Lourency; Michel. Técnico: Clemer.

Provável time para sábado: Marcelo Pitol; Eder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dumas e Tiago Cametá (Collaço); Leandro Leite, Itaqui, Valdemir, Pereira e Lourency; Luiz Eduardo. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

São Bento

Time de estreia: Rodrigo Viana; Everton Silva, Luizão, João Paulo e Marcelo Cordeiro (Moraes); Fábio Bahia, Dudu Vieira, Doriva (Magno Souza), Lucas Crespim (Walterson) e Everaldo; Zé Roberto. Técnico: Paulo Roberto Santos.

Time provável para sábado: Rodrigo Viana; Tony, Luizão, Anderson Salles e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Dudu Vieira e Diogo Oliveira; Branquinho, Cléo Silva e Ricardo Bueno. Técnico: Marquinhos Santos.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções