Diário da Manhã

sábado, 08 de agosto de 2020

Notícias

EM PELOTAS : Cesto básico sobe para R$ 881,77 aponta pesquisa

06 maio
09:26 2020

Os preços dos alimentos sofreram aumento, tanto no Cesto Básico quanto na Ração Essencial comparado os meses de março e abril.

O Procon de Pelotas identificou um acréscimo de 1,32% no custo do cesto de produtos básicos de consumo popular na cidade, que em março havia ficado em R$ 870,28, foi para R$ 881,77 em abril.

O gasto total da ração essencial, composta por 13 produtos que devem atender às necessidades de uma pessoa durante um mês, também tiveram alta de 3.79%, passando de R$ R$ 427,72 em março, para R$ 443,97 em abril.

CEBOLA teve reajuste de 78,9%

CEBOLA teve reajuste de 78,9%

Os produtos com maior aumento no preço de venda, foram cebola, batata inglesa, tomate longa vida, desinfetante 500ml e sabão em barra 400g.

A queda dos valores foi identificada nos itens como alface, pão francês, maionese, café moído solúvel e repolho, tiveram queda. Com os preços estabilizados, banana, cigarro, massa de tomate, sal e vinagre de álcool.

AUMENTOS:

  • Cebola kg: 78,89%
  • Batata Inglesa kg: 39,94%
  • Tomate Longa Vida kg.: 33,55%
  • Desinfetante 500 ml: 18,98%
  • Sabão em barra 400 g: 16,24%

 QUEDAS:

  • Alface pé: 27,31%
  • Pão Francês kg: 8,96%
  • Maionese 500 g: 7,68 %
  • Café moído/solúvel 500 g: 5,90%
  • Repolho kg: 5,24%

ESTÁVEIS:

Banana, Cigarro, Massa de tomate, Sal, Vinagre de álcool.

O Procon Pelotas realiza a pesquisa de preços dos 51 produtos que compõem o Cesto Básico desde 2006, sendo a pesquisa baseada em estudo do Núcleo de Pesquisa e Estatística do Centro de Estudos e Pesquisas Econômicas (IEPE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFPel), determinada a partir de informações da POF (Pesquisa Orçamento Familiar) tendo como base as despesas de famílias da Região Metropolitana de Porto Alegre que receberam de 01 a 21 salários mínimos.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções