Diário da Manhã

sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias

EMPREENDEDORISMO : Da necessidade para a doce realidade

13 agosto
13:45 2020

A necessidade era pagar a matricula em um curso de inglês. E dela surgiu a ideia de fazer “bolos de marmita”. Deu certo: em quatro dias a Maria Eduarda havia conseguido os recursos necessários. E ela não parou mais. Seguiu na arte de fazer e comercializar doces. Isso há três anos.

Num certo tempo, ela teve a oportunidade de fazer um intercâmbio em Portugal e seu trabalho acabou ganhando visibilidade numa matéria jornalística, estadual, no Rio Grande do Sul Seu trabalho, produção e comercialização, ganhou um impulso.

“Eu me reinventei, fiz parcerias, estudei e acreditei bastante que é possível vencer a crise, que tudo é possível!

“Eu me reinventei, fiz parcerias, estudei e acreditei bastante que é possível vencer a crise, que tudo é possível!

“Infelizmente, agora, com a função do novo coronavirus, empreender ficou mais complicado. Minhas vendas caíram mais de 50% e todo dia é um novo recomeço”, aponta a pelotense doceira, afirmando que no mês de julho as coisas melhoraram consideravelmente.

A empreendedora Maria Eduarda Grimaldi é formada em Hotelaria pela UFPel e formanda em Técnico em Administração.

Doce Doçura é o espaço e marca da doceira, a qual encara feliz o desafio que surgiu da necessidade que se transformou em sonho, no ano 2017, e hoje produção artesanal desde o chocolate até docinhos gourmet.

“Sou a alma, a logística, a produção, administração, marketing e mais um pouco do meu empreendimento. Conto com o apoio de muitas pessoas que embarcaram nesse sonho comigo. A realização acontece num cantinho da minha casa, onde carinhosamente chamo de “ateliê”, o qual meu pai arrumou pra mim”, salienta, confirmando a capacidade para produção de doces para eventos diversos.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções