Diário da Manhã

terça, 21 de agosto de 2018

Notícias

Estoque baixo na Farmácia Municipal preocupa vereadores da Comissão da Saúde

Estoque baixo na Farmácia Municipal preocupa vereadores da Comissão da Saúde
25 abril
08:31 2018

Vereadores foram conferir estoques de medicamentos e saber o motivo da falta de remédios para depressão

Na véspera de receber a secretária de Saúde, Ana Costa que apresentará hoje o balanço das ações e finanças da pasta no primeiro trimestre de 2018, vereadores da Comissão de Saúde realizaram uma visita surpresa à Farmácia Municipal com o objetivo de conferir os estoques de medicamentos da prefeitura, a quantidade de remédios descartados e os motivos para a falta de medicamentos antidepressivos nos postos de saúde.

Vereadores Éder Blank e Marcos Ferreira

Vereadores Éder Blank e Marcos Ferreira

Ao chegar a sede da Farmácia na rua Professor Araújo os vereadores Marcos Ferreira, Marcola (PT), presidente da Comissão e Éder Blank (PDT) , vice-presidente encontraram o local lotado de usuários em busca de medicamentos. Os dois foram recebidos pela coordenadora da Farmácia Municipal, Cristiane Brum, que apresentou números e informações sobre os estoques. Os dados apresentados mostram que, atualmente, dos 157 medicamentos distribuídos pelo município 23 estão em falta e apenas sete ainda não têm processo de compra finalizado.  “O caso do antidepressivo Diazepam é o mais sério porque o laboratório fabricante está sem matéria-prima e não há previsão de envio de novas remessas pela distribuidora”, explicou.

“A população reclama e com razão, pois precisa do medicamento, porém é preciso entender que a situação foge ao controle da Prefeitura pois se trata de falta de condições de fabricação do remédio, portanto temos que ajudar a secretaria a encontrar uma alternativa para voltar a atender os pacientes”, disse o vereador Marcola.

Durante a vistoria os vereadores ainda vistoriaram datas de validade das caixas estocadas e, também, as quantidade de remédios descartados por estar fora do prazo de validade. Conforme o parecer dos vereadores o volume é bem menor que em outras épocas e está abaixo dos 7% do total comprado pela Prefeitura. “São descartes naturais por falta de demanda”, disse Blank.

PRESTAÇÃO DE CONTAS – Nesta quarta-feira a partir das 10h a secretária de Saúde, Ana Costa estará na Câmara de Vereadores para apresentar os dados das ações e finanças dos três primeiros meses deste ano. A reunião também deverá servir para questionamentos sobre problemas denunciados pela comunidade ou encontrados pelos vereadores nas visitas técnicas à rede básica. “É o dia de questionar sobre tudo”, avisa Marcola.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções