Diário da Manhã

quinta, 13 de agosto de 2020

Notícias

ESTREIA : Lobo de altos e baixos

19 janeiro
16:07 2014

De novo, a reação vem após o segundo gol do adversário, mas pênalti no fim decreta derrota

Pelotas mostra pode reação, mas leva gol nos acréscimos do segundo e perde de novo na estreia Foto: Marcelo Marciel/Jornal Semanário

Pelotas mostra pode reação, mas leva gol nos acréscimos do segundo e perde de novo na estreia
Foto: Marcelo Marciel/Jornal Semanário

O Pelotas oscilou entre bons e maus momentos na partida de estreia no Campeonato Gaúcho, neste sábado, diante do Esportivo, no estádio Antonio David Farina, em Veranópolis. Depois de estar perdendo por 2 a 0, a equipe de Paulo Porto reagiu no jogo para chegar ao empate por 2 a 2. Mas um pênalti polêmico marcado pelo árbitro Francisco da Silva Neto, no fim do jogo, determinou a vitória do time serrano por 3 a 2.

A equipe pelotense começou a partida com dificuldade e foi envolvida pelo adversário nos primeiros minutos do jogo. O goleiro Paulo Sérgio fez uma grande defesa em jogada de passagem do lateral Afonso. Depois, o Pelotas conseguiu equilibrar a disputa, principalmente após a entrada de Lucas no lugar de Tiago Gaúcho, que deixou o campo sentindo uma torção no tornozelo.

Os minutos finais do primeiro tempo foram trágicos para o Pelotas. Aos 43 minutos, Ygor Souza se aproveitou de uma defesa parcial de Paulo Sérgio para abrir o marcador. Dois minutos depois, a defesa áureo-cerúlea parou e Ulisses se aproveitou para fazer 2 a 0. E poderia ter sido pior: aos 47, Paulo Sérgio defendeu uma cobrança de pênalti de Vina.

O pênalti defendido por Paulo Sérgio deu esperança ao Pelotas. A reação começou logo no primeiro minuto do segundo tempo. Felipe Garcia marcou o primeiro gol do Lobão. O jogo ficou aberto, com chances de gols para os dois lados. Aos 27, Jefferson empatou a partida. O meia-atacante poderia ter marcado o terceiro, mas caiu ma área ao dividir jogada com o goleiro Vinícius Damião. Mas, aos 46, o pênalti de César Santiago em Claytinho. Ygor Souza bateu e confirmou a vitória do Esportivo.

Revolta com árbitro por pênalti ridículo

As entrevistas ao final do jogo de sábado, em Veranópolis, deixaram claro a revolta do Pelotas com a arbitragem de Francisco da Silva Neto. O técnico Paulo Porto acusou o árbitro de ter “raiva de algumas equipes”. O principal motivo da contrariedade foi o pênalti marcado no final do jogo, aos 46 minutos do segundo tempo. “Um pênalti ridículo”, definiu o diretor executivo Rafael Brauner.

Além de perder o jogo, o Pelotas teve dois jogadores expulsos – desfalques certos para a partida de quarta-feira, diante do Veranópolis, na Boca do Lobo. César Santiago recebeu o cartão vermelho (pela segunda advertência com o cartão amarelo) no lance do pênalti que determinou a vitória do Esportivo. Depois do encerramento do jogo, Felipe Garcia foi também expulso, porque teria batido palmas ironicamente ao árbitro.

Pela oitava vez, o Pelotas estreia no Gauchão com derrota. Uma rotina que se repete desde 2002. São três derrotas (2002, 2003 e 2004) antes do rebaixamento e cinco (2010, 2011, 2012, 2013 e 2014) após o retorno à primeira divisão.

 Ficha Técnica

ESPORTIVO (3)

Vinícius Damião; Afonso, Reginaldo (Georges), Ladeira (Jean) e Baroni; Agenor e Vina; Cássio, Ygor Souza e Claytinho; Ulisses (Robert). Técnico: Emerson Ávila.

PELOTAS (2)

Paulo Sérgio; Igor, Fred, Bruno Salvador e Carlos Alexandre; Tiago Gaúcho (Lucas), Felipe Guedes, César Santiago e Carlos Alberto (Alex); Jefferson e Felipe Garcia (Mithyuê). Técnico: Paulo Porto.

Local: Estádio Antonio David Farina, em Veranópolis. Árbitro: Francisco da Silva Neto; assistentes: Rafael da Silva Alves e Charles Lorenzetti. Cartões amarelos: Ygor Souza, Jean e Georges (E); Tiago Gaúcho, Felipe Garcia, Carlos Alexandre, César Santiago, Bruno Salvador e Jefferson (P). Expulsões: César Santiago e Felipe Garcia (P). Gols: Ygor Souza (43min) e Ulisses (45min do primeiro tempo); Felipe Garcia (1min), Jefferson (27min) e Ygor Souza (47min do segundo tempo).

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções