Diário da Manhã

quinta, 18 de outubro de 2018

Notícias

EXAMES DE PRÉ-CÂNCER : Comissão de Saúde se reúne com MPF

19 julho
09:18 2018

Apesar do recesso da Câmara de Vereadores a Comissão de Saúde mantém o trabalho de levantamento preliminar de documentos e apoios para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) aberta para investigar as denúncias de possíveis fraudes em exames de pré-câncer realizados pelo laboratório que presta serviço à rede básica de Pelotas.

Nesta quinta-feira, a partir das 11h, o presidente da Comissão de Saúde, vereador Marcos Ferreira, o Marcola (PT) se reúne com o procurador geral da República, Pedro Henrique Oliveira Kenne da Silva na sede do Ministério Público Federal (MPF) em Pelotas.

Conforme Marcola o objetivo inicial do encontro é pedir a colaboração do total do MPF com às investigações realizadas pelo Legislativo o que inclui determinar a apreensão de todas as amostras que permanecem em poder do Laboratório Serviço Especial de Ginecologia (SEG) que mantém contrato com a Prefeitura para a realização dos laudos dos exames de pré-câncer de colo de útero.

“Queremos que o MPF solicite que a Polícia Federal recolha todas as lâminas que estão no laboratório, pois este material é a principal evidência deste caso e deve ser usado para a realização de novos exames em outro laboratório e até mesmo para possíveis análises de DNA no caso de ser preciso confirmar se as mostras pertencem a alguma paciente específica”, justifica.

VEREADOR Marcola preside a Comissão na Câmara

VEREADOR Marcola preside a Comissão na Câmara

O acompanhamento do MPF ao caso se torna necessário devido o fato da Prefeitura receber verbas federais para gerenciar a rede de saúde pública na cidade.

SECRETÁRIA – À tarde Marcola irá se reunir com a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB), que ocupa interinamente o cargo de secretária de Saúde, também para pedir sua colaboração com as investigações e entregar ofícios da Comissão de Saúde solicitando uma série de documentos considerados essenciais para o trabalho da CPI como o cadastro de todas as mulheres que realizaram exames de pré-câncer na rede pública entre 2014 a 2018 e, ainda,  o levantamento de todos os óbitos registrados por câncer de colo de útero no município no mesmo período.

“Precisamos dessa informação para identificar pessoas que podem ter sido ludibriadas por exames normais, quando estavam doentes e acabaram morrendo. Essa é uma informação vital para a apuração do caso e tenho certeza de que a prefeita Paula irá entender e colaborar conosco”, declara.

O encontro com a prefeita está marcado para às 14h30, na Secretaria de Saúde.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções