Diário da Manhã

sábado, 21 de abril de 2018

Notícias

FEIRAS ECOLÓGICAS : Alternativa para alimentação saudável

16 abril
09:05 2018

No universo das feiras livres de Pelotas, é possível encontrar nichos capazes de agradar os mais diversos tipos de consumidores. Um mercado que tem aumentado a demanda nos últimos anos é o de produtos agroecológicos e, para comercializá-los, as feiras orgânicas ocorrem em diferentes locais do município.

Estes pontos de venda ecológicos funcionam nas terças-feiras, em três endereços no turno da manhã: Foro da Comarca de Pelotas (avenida Ferreira Viana, 1134); avenida Bento Gonçalves (em frente à Brigada Militar); e Campus Anglo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) – rua Gomes Carneiro, 1.

Nas quartas-feiras, a Embrapa Clima Temperado recebe uma feira ecológica em sua sede, localizada no Km 78 da BR-392. Às quintas-feiras, das 14h às 19h, pode-se adquirir itens orgânicos no Largo do Mercado Central. Aos sábados pela manhã, a agroecologia se faz presente na avenida Dom Joaquim.

Nestor Kuhn e Joaquim Duarte são colegas na feira do Foro, que completa dois anos de atividades em maio deste ano.

“Não é fácil trabalhar com a agroecologia, mas é recompensador e bem mais saudável”, explica Kuhn, membro co-fundador da Cooperativa Sul Ecológica.

Duarte, filiado ao Grupo de Agroecologia Familiar São Domingos, esclarece porque decidiu não continuar com a agricultura convencional.

“Desenvolvi um tumor por conta da exposição aos agrotóxicos. Hoje, me dedico somente à ecologia”, revela.

Guilherme Kuhn, que atua há 20 anos neste tipo de comércio, conta como foi o processo de adesão ao modelo agroecológico.

“A partir do incentivo das oficinas da Capa, aprendemos a trabalhar melhor o solo. Depois, criamos a cooperativa e a situação só melhorou com o cultivo de orgânicos, informa.

Guilherme integra a Feira Ecológica do Mercado, presente todas as quintas-feiras, à tarde no Largo Edmar Fetter. Em sua banca, junto à esposa e ao filho, ele vende hortifrutigranjeiros cultivados na propriedade da família, localizada na Estrada da Gama, 9º Distrito de Pelotas.

AGRICULTORES vendem produtos orgânicos em cinco pontos da cidade

AGRICULTORES vendem produtos orgânicos em cinco pontos da cidade

USINA DE COMPOSTAGEM

A Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) está em busca de recursos e estrutura para a construção de uma usina de compostagem. A iniciativa possibilitará o acesso dos produtores agroecológicos a fertilizantes feitos à base de matéria-prima natural, essencial para alavancar a produção. Equipe do órgão municipal estuda a viabilidade da doação de um terreno para instalação da usina, que será gerida pela Cooperativa Sul Ecológica.

“Devemos incentivar a ampliação da agroecologia no município. Essa é uma demanda da população”, assinala o secretário de Desenvolvimento Rural, Jair Seidel.

CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

O Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (Capa) dá assistência técnica aos agricultores especializados em orgânicos e suas associações, com apoio na produção, certificação correta – garantia do tipo e da qualidade – e comercialização. A Cooperativa Sul Ecológica e a Associação Regional dos Produtores Agroecologistas da Região Sul (ArpaSul) são vinculadas ao Capa.

De acordo com o Capa, há, na região, mais de 200 produtores agroecológicos, que fornecem alimentos ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e garantem merenda saudável aos alunos do Município. Além disso o segmento também abastece as feiras ecológicas, restaurantes e lojas especializadas.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções