Diário da Manhã

sexta, 18 de setembro de 2020

Notícias

Felipe Gil nota evolução do Xavante, mas espera jogo difícil contra o Guarani

11 setembro
08:36 2020

Gegê não deve atuar novamente e Hemerson Maria pode mudar o ataque do Brasil nesta 9ª rodada

Por: Henrique König

O diretor executivo de futebol do Xavante, Felipe Gil conversou com a Rádio Universidade AM e mostrou confiança na evolução demonstrada pelo time do Brasil na Série B:

“Vamos evoluindo cada vez mais e esperamos fazer mais um bom jogo em Campinas, mesmo sabendo da dificuldade de enfrentar o Guarani em São Paulo. A gente notava evolução na equipe mesmo quando não vinham os resultados positivos, mas as vitórias vieram nesses dois jogos.”

Ele destacou o trabalho e assimilação dos atletas ao conteúdo proposto por Hemerson Maria. A semana de treinamentos foi importante para recuperação física dos atletas e acertar situações de jogo durante os treinos.

Último treino no Bento Freitas antes do embarque para Porto Alegre e Campinas Imagem: Julia Wasieleski / TV Xavante

Último treino no Bento Freitas antes do embarque para Porto Alegre e Campinas
Imagem: Julia Wasieleski / TV Xavante

O meia Gegê voltou a treinar nesta quinta-feira, mas ainda não está 100% e dificilmente enfrenta o Guarani no sábado. O provável substituto é Wellington Simião, que atuou contra o Náutico. Mas, com tantas opções para formar a parte mais ofensiva da equipe, não se descarta uma surpresa na escalação, com Luiz Henrique querendo voltar aos titulares após ser desfalque pelo terceiro cartão amarelo. Matheus Oliveira, Danilo Gomes e Gabriel Poveda compuseram o ataque na vitória sobre os pernambucanos.

“Continuamos analisando o mercado, mas sabendo da situação financeira do clube, precisamos ser coerentes para não gerar prejuízo financeiro. Temos que pensar no clube pelas questões financeira e orçamentária, mas nunca fazer loucuras”, contribuiu Felipe Gil.

O Brasil, pelo elenco que se tornou inchado, pode dispensar atletas e ainda buscar mais opções para Hemerson Maria compor o grupo. Nas últimas partidas, há jogadores que sobram do banco de reservas, mas também é necessário analisar que a Série B é um longo torneio de 38 rodadas e são necessárias reposições de qualidade.

Do lado do Guarani estão jogadores conhecidos dos xavantes, como o volante Eduardo Person e o meia Murilo Rangel, que acertou com o Bugre recentemente. Os mandantes desta 9ª rodada devem ter o desfalque do meia Lucas Crispim pela primeira vez, após 14 partidas seguidas como titular. Caso não tenha condição muscular, os meias Igor Henrique e Alanzinho se candidatam, além do atacante Bruno Sávio poder pintar no time do Guarani de Ricardo Catalá.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções