Diário da Manhã

segunda, 25 de setembro de 2017

Notícias

Fenadoce 2017 impactou rede hoteleira e comércio pelotense, avalia SDET

27 junho
18:37 2017

Após o fim da 25ª Feira Nacional do Doce, que aconteceu de 31 de maio a 18 de junho, o momento agora é analisar os impactos positivos da feira ao município de Pelotas. Em uma crescente no número de visitantes e também nas vendas de doces, a feira se consolida como a grande marca para fixar Pelotas na rota turístico gastronômica do país. De acordo com um levantamento da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Pelotas (SDET), foi verificado um aumento de 60% nas vendas do comércio durante o período da feira. A estimativa de negócios da feira fechou em cerca de R$ 32 milhões, além dos 3.500 empregos gerados direta e indiretamente.

Com destaque para o setor gastronômico, principalmente as doçarias, a pesquisa da SDET foi realizada com mais de 30 estabelecimentos localizados no centro de Pelotas e também na Praia do Laranjal. Neste ano, a Fenadoce recebeu um público visitante de 281 mil pessoas, dado que gerou impacto também na rede hoteleira da cidade. Dentre os hotéis consultados pela secretaria, foi registrado que a maior procura concentrou-se durante os finais de semana, com impacto entre 80% e 100% de ocupação. Os bons resultados são confirmados pelos números de excursões que chegaram à feira diariamente: foram 576 ônibus com um total de 26.520 pessoas.

Para as doceiras que participaram do evento, as vendas superaram as expectativas, alcançando 2 milhões e 260 mil unidades comercializadas durante os 19 dias. A classe artística também foi privilegiada: os quatro palcos da Fenadoce receberam ao todo 861 apresentações envolvendo 8 mil artistas. No quesito social, o projeto da Fenadoce que oportuniza a visita de crianças da rede pública de ensino a visitarem o evento gratuitamente alcançou novos números superiores a 2016: foram 42.500 estudantes que, além de visitarem a feira, ainda ganharam um doce cada um.

Seu Ingresso Vale Mais até 8 de julho

Desde 2016 a Câmara de Dirigentes Lojistas de Pelotas, promotora da Fenadoce, realiza a promoção “Seu Ingresso Vale Mais”, que estende os benefícios da feira a todo o comércio pelotense. Em 2016 a adesão foi de 167, já nessa edição foram 177 empresas que se cadastraram para oferecer descontos e benefícios aos clientes que apresentarem o ingresso da 25ª Fenadoce no momento da compra. A ação é uma forma de levar o comércio pelotense para a Fenadoce, assim como levar a Fenadoce para o restante da cidade. Nesse ano a novidade ficou por conta da possibilidade de lojistas não associados a CDL – Pelotas também poderem participar da promoção, ampliando ainda mais as possibilidades aos comerciantes da cidade. Desde a criação da campanha, em maio, já foram quase 7 mil acessos ao site da promoção. No ano anterior esse número não ultrapassou 3 mil, o que, segundo a organização da feira, comprova a consolidação da ação como uma parceria da feira e os empresários locais.

A promoção vai além do período de realização da Fenadoce, possibilitando a troca do ingresso por benefícios até o dia 8 de julho de 2017. As vantagens oferecidas podem ser acompanhadas no site www.fenadoce.com.br/seuingressovalemais.

Para as doceiras que participaram do evento, as vendas superaram as expectativas, alcançando 2 milhões e 260 mil unidades comercializadas durante os 19 dias.

Para as doceiras que participaram do evento, as vendas superaram as expectativas, alcançando 2 milhões e 260 mil unidades comercializadas durante os 19 dias.

Valorização à cultura

Neste ano a Fenadoce dividiu suas apresentações artísticas entre os quatro palcos espalhados pela feira e ainda pelo espaço Arte do Doce, projetado pelo artista plástico Madu Lopes. Foram 861 apresentações, entre dança, música, circo e teatro, envolvendo 8 mil artistas da região, uma valorização local que é o foco da organização da feira. A seleção para os artistas que se apresentaram foi realizada ainda em 2016. Conforme explica a produtora cultural da 25ª Fenadoce, Adriane Silveira, todos aqueles que se inscreveram puderam subir aos palcos da feira, representando um processo de democratização da cultura que vem sendo buscado há algumas edições do evento.

No espaço Arte do Doce a cultura e a história de Pelotas se misturaram e ganharam vida na interpretação dos personagens que, incansavelmente, receberam os visitantes. Aos finais de semana o Multipalco, instalado na área externa do Centro de Eventos, deu espaço à Estância Princesa do Sul, reservada às tradições gaúchas. O volume de apresentações só foi possível através do financiamento Pró-cultura RS, Lei de Incentivo à Cultura, Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e  Lazer  ,  Governo  do  Estado  do  RS,  com  patrocínio  da  Fonte  da  Ilha – Água  Mineral  Natural

Notícias Relacionadas

Comentários ()