Diário da Manhã

quinta, 20 de junho de 2019

Notícias

Férias de verão merecem cuidados extras com a saúde

Férias de verão merecem cuidados extras com a saúde
04 janeiro
17:30 2019

Queimaduras solares e desidratação são alguns problemas comuns que são evitados com simples medidas

Aguardada não só pelas crianças, as férias de verão prometem dias de descanso com muito sol e calor, mas prevenir problemas de saúde comuns na época garante a diversão sem interrupções. A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade orienta sobre como prevenir essas situações com medidas simples a serem adotadas por pessoas de todas as idades.

“Mesmo sendo problemas comuns, a euforia de se estar de férias pode causar esquecimento de alguns cuidados básicos, não só em crianças, mas em adultos também. Como o Brasil tem altas temperaturas em todas as regiões, manter a saúde em dia evita mal-estar e também idas desnecessárias a unidades básicas de saúde e hospitais”, explica Denize Ornelas, médica de família e comunidade e diretora da SBMFC.

Confira dicas para curtir suas férias sem imprevistos:

*             Cuidado com a exposição solar. Desde bebês, crianças, adultos e idosos devem tomar cuidado com o sol. Em algumas cidades, a temperatura pode atingir mais de 40º C e com isso, não basta apenas utilizar protetor solar. Chapéu e roupas de manga comprida de tecidos leves ajudam a proteger as áreas mais expostas do corpo. O filtro solar deve ser reaplicado a cada duas horas ou em situações de suor excessivo. Ao sair da água também precisa ser reaplicado, mesmo que o fabricante indique que o produto seja resistente à água. Não esqueça de aplicá-lo em partes sempre esquecidas como orelhas, pés, mãos e tornozelos.  Após a exposição ao sol, use hidratantes para recuperar a pele e prepará-la para o dia seguinte. A dica vale para todas as situações, seja praia, cidade ou campo.

*             As queimaduras solares podem provocar graves lesões na pele, em diferentes graus. Caso alguma parte do corpo sofra queimaduras leves, deixe a área livre e hidratada com produtos específicos.

*             Não esqueça do repelente. Além da coceira que picadas de mosquitos e pernilongos provocam, o repelente pode auxiliar na prevenção de doenças transmitidas pelos insetos como dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Algumas medidas como aplicar o repelente após o filtro solar ser absorvido pela pele, lavar as mãos após a aplicação e não dormir com o produto por ter substâncias tóxicas, devem ser tomadas. Idosos podem utilizá-lo e bebês acima de seis meses. Mulheres grávidas também podem fazer uso.

*             Hidrate-se. Observar a quantidade de água individualmente ingerida, principalmente por crianças e idosos, vale ouro no verão. Manter garrafas separadas individualmente estimula o consumo. O suor excessivo devido ao calor exige uma sobrecarga ao organismo que, para não desidratar, precisa ter um “combustível” para se manter ativo. Além da água, água de coco e sucos de frutas naturais não adoçados e de baixa caloria, como maracujá ou abacaxi são boa pedida. Para os adultos que consomem bebidas alcoólicas, o cuidado é redobrado. Reveze um copo de bebida alcoólica com dois de água, além de evitar a desidratação, ajuda a manter a ressaca longe.

*             Mantenha o ambiente fresco e arejado. Mesmo em dias quentes, a circulação de ar precisa ser feita. Manter janelas abertas e o uso de toalhas molhadas ou bacias com água pode auxiliar a manter um ambiente agradável e fresco, melhorando a sensação de bem-estar.

*             Evite alimentos que fiquem fora de refrigeração por períodos longos ou que não sejam preparados na hora.  Intoxicação alimentar e férias não combinam. Ao manipular lanches para praia, pic-nics ou piscinas, escolha ingredientes frescos. Maioneses, molhos e temperos que demandam refrigeração devem ser evitados. Os alimentos oferecidos, mesmo frutas, devem ser conservados fora do sol e preferencialmente serem refrigerados até o consumo em caixas de isopor e outros tipos de armazenamento.

“Com essas dicas, é possível fazer ter dias agradáveis e divertidos. Caso viaje, não esqueça de checar se há surtos de doenças locais. Algumas vacinas, como a febre amarela, precisam ser tomadas dias antes da viagem para ter o efeito esperado. O ideal é redobrar a atenção durante o verão e aproveitar o descanso com muita diversão”, conclui Denize.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções