Diário da Manhã

terça, 25 de junho de 2019

Notícias

FLAGRANTE : Traficante vendia drogas sintéticas em festas da cidade

07 junho
08:15 2019

Monitorado pela polícia, ontem houve a prisão em flagrante de jovem que se dedicava ao tráfico de drogas. O acusado de 23 anos, comercializava drogas sintéticas que, preferencialmente, eram adquiridas por clientela que participava de festas. A prisão é mais uma no contexto das drogas sintéticas na região. Há poucas semanas, houve prisões em Pelotas e Rio Grande, com quantidade expressiva de drogas sintéticas. O objetivo é o mesmo, abastecer com drogas sintéticas,  os jovens de classe média que frequentam as baladas “raves”.

Mais um flagrante para a venda de drogas sintéticas e maconha

Mais um flagrante para a venda de drogas sintéticas e maconha

MACONHA – Cumprindo mandado de busca e apreensão, policiais foram até a casa do acusado. No local, além das drogas sintéticas, também encontraram dois quilos de maconha. Além disso, houve apreensão de dinheiro, possivelmente resultante da venda de entorpecentes.

ZONA NORTE – Outro flagrante para drogas ocorreu quarta à tarde na vila Princesa. De acordo com o registro na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), efetuado à noite de quarta, policial se deslocava para palestra em escola municipal. A abordagem seria sobre o Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência (PROERD), da Brigada. No entanto, ao transitar pela rua 4, um morador informou sobre traficante que, na entrada e saída da escola, tem comercializado drogas. O policial então solicitou o apoio de guarnição. Os policiais foram até a casa do suspeito, e o encontraram em frente à moradia. Ele tentou a fuga para o interior do imóvel, mas foi alcançado e houve a abordagem.

COCAÍNA – O homem de 29 anos foi revistado, e os policiais encontraram sete “petecas” com cocaína. Ele também estava com uma pedra de crack. Flagrado com a droga, tentou resistir, e houve a necessidade do uso de força moderada. Além das drogas também houve a apreensão do celular LG e a quantia de R$20,00. Na delegacia, o suspeito negou a venda de drogas, e alegou que é usuário. Inquérito foi instaurado para apurar qual a real condição do suspeito.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções