Diário da Manhã

quinta, 13 de agosto de 2020

Notícias

GRUPO B : Holanda fecha com 100%

24 junho
09:18 2014

Para garantir a melhor campanha da Copa, a “Laranja” fez 2 a 0 no Chile

Depay agradece Robben pela assistência perfeita no segundo gol da Holanda

Depay agradece Robben pela assistência perfeita no segundo gol da Holanda

Num jogo de emoção apenas nos 15 minutos finais, a Holanda fechou a primeira fase da Copa do Mundo com aproveitamento de 100%. Três vitórias, 10 gols marcados e três sofridos. Os números de uma seleção, que abandonou sua vocação ofensiva para ser mais marcadora e tática. Nesta segunda-feira, a equipe holandesa derrotou o Chile por 2 a 0, na Arena Corinthians, em São Paulo, garantindo o primeiro lugar do Grupo B. Os chilenos serão os adversários do Brasil nas oitavas de final.

As duas seleções entraram em campo já classificadas. A Holanda tinha a vantagem do empate em função do melhor saldo de gols. As equipes estavam também invictas, porque tinham vencido os jogos diante de Espanha e Austrália. Indicativos de um grande jogo. Mas o confronto decepcionou no primeiro tempo.

A Holanda adotou uma postura defensiva – inclusive, com Kuyt fazendo papel de marcador pelo lado esquerdo. Sem Van Persie, que cumpriu suspensão pelo segundo cartão amarelo, a equipe levou perigo em algumas arrancadas de Robben. O Chile apresentou posse de bola, mas sem capacidade de infiltração na defesa adversária.

No segundo tempo, Jorge Sampaoli arriscou um pouco mais, colocando Beausejour no lugar de Felipe Gutiérrez (Vidal foi poupado por causa do cartão amarelo). Mas foi do banco de reserva holandês que saiu a alternativa para mudar o rumo da partida. Aos 31 minutos, Fer, que recém tinha entrado no lugar de Sneijder, cabeceou com estilo para fazer o primeiro gol da “Laranja Mecânica”.

Aos 46, Robben deu arrancada espetacular pela esquerda e cruzou para Depay completar para a rede: 2 a 0. Nas oitavas de final, a Holanda pega o México, domingo, às 13h, em Fortaleza.

Espanha tem despedida digna

Villa marca gol de letra em sua despedida da seleção espanhola

Villa marca gol de letra em sua despedida da seleção espanhola

A Espanha pelo menos se despediu com dignidade da Copa do Mundo. Depois de ser humilhada pela Holanda com a goleada de 5 a 1 e perder por 2 a 0 para o Chile, a atual campeã do mundo encerrou sua participação no torneio com vitória de 3 a 0 diante da Austrália, nesta segunda-feira, em Curitiba. Já os australianos fazem o longo caminho de volta, sem nenhum ponto na bagagem.

O jogo marcou o fim do ciclo de uma equipe que encantou o mundo e que transformou o futebol espanhol num vencedor na primeira década do Século XXI. Ganhou duas vezes a Eurocopa (2008 e 2012) e o Mundial de 2010. Casillas, Xavi, David Villa, Iniesta, Sérgio Ramos e Xabi Alonso marcaram seus nomes na história do futebol mundial, mas agora abrem espaço para os mais jovens. É possível que alguns deles até prossigam na seleção da dar um pouco de experiência neste inevitável processo de renovação.

Villa marcou o primeiro gol espanhol, aos 36 minutos do primeiro tempo, completando jogada com toque de letra. Na etapa final, a vantagem aumentou com gols de Fernando Torres, aos 23; e Mata, aos 37.

HOLANDA (2)

Cillessen

Janmaat

Vlaar

De Vrij

Blind

De Jong

Wijnaldum

Kuyt (Kongolo)

Sneijder (Fer)

Robben

Lens (Depay)

T. Louis Van Gaal

 

CHILE (0)

Bravo

Francisco Silva (Valdivia)

Medel

Jara

Isla

Marcelo Díaz

Mena

Aránguiz

Felipe Gutiérrez (Beausejour)

Alexis Sánchez

Vargas (Pinilla)

T: Jorge Sampaoli

Árbitro: Bakary Gassama (Gâmbia). Local: Arena Corinthians, em São Paulo

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções