Diário da Manhã

segunda, 15 de outubro de 2018

Notícias

Heinze e Paim garantem cadeiras no Senado

Heinze e Paim garantem cadeiras no Senado
08 outubro
09:37 2018

O deputado federal Luis Carlos Heinze (PP) foi eleito senador pelo Rio Grande do Sul com 21,92% dos votos válidos. Ele vai ser colega do atual senador Paulo Paim (PT), que foi reeleito com 17,74%. Até agora foram apurados 98,33% das urnas. Ex-deputado federal e ex-candidato à vice-Presidência em 2014 na chapa de Marina Silva, Beto Albuquerque (PSB), ficou em terceiro lugar com 16,22% dos votos. Carmen Flores (PSL) obteve o quarto lugar, com 14,37%.

Paulo Paim conseguiu a reeleição

Paulo Paim conseguiu a reeleição

O atual deputado federal José Fogaça (MDB) também perdeu a disputa, ficando com 13,88% dos votos. Um dos principais líderes da bancada ruralista, Luis Carlos Heinze foi vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária. Ex-prefeito de São Borja, o futuro senador ocupa o quinto mandato como deputado federal. Ele é formado em engenharia agrônoma e produtor rural. Integrante histórico do PT, Paulo Paim foi deputado federal por quatro mandatos. Em 2002, elegeu-se senador, sendo reeleito há oito anos. Com pautas ligadas aos Direitos Humanos e contrárias à reforma da Previdência, Paim foi autor de projetos que deram origem aos estatutos do Idoso, da Igualdade Racila e da Pessoa com Deficiência, tendo presidido a Comissão Parlamentar de Inquérito da Previdência.

A eleição para o Senado Federal deixa fora do Congresso políticos de renome, como a ex-presidente Dilma Rousseff (PT-MG), que ficou em quarto lugar na disputa; o atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE); o vereador Eduardo Suplicy (PT-SP), ex-senador e aposta do partido para reforçar a bancada; o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), ex-ministro da Educação; e o deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE), ex-ministro da Educação.

A eleição do Rio de Janeiro foi a que causou maior desfalque: foram derrotados os senadores Lindbergh Faria (PT) e Eduardo Lopes (PRB), além dos deputados federais Miro Teixeira (Rede) e Chico Alencar (PSOL).

Miro é o deputado com maior número de mandatos na atualidade. Ao todo são onze mandatos, com apenas uma interrupção, entre 1983 e 1987. Chico Alencar está no quarto mandato na Câmara dos Deputados. Um dos principais defensores de Dilma na Câmara dos Deputados, Silvio Costa (Avante-PE), tentou sem sucesso uma vaga no Senado. O líder do governo no Congresso, André Moura (PSC-SE), também foi derrotado.

Heinze surpreendeu e foi eleito senador

Heinze surpreendeu e foi eleito senador

Os eleitores do Maranhão tiraram do cenário nacional o senador Edison Lobão (MDB) e o deputado Sarney Filho (PV), mas colocaram no Senado, o deputado Weverton Rocha (PDT) e a deputada Eliziane Gama (PPS). Já os deputados Alfredo Nascimento (PR-AM) e Alex Canziani (PTB-PR) tentaram o Senado, mas foram derrotados. Filho da senadora Kátia Abreu (PDT-TO), o deputado Irajá Abreu (PDT-TO) conquistou uma cadeira no Senado.

Os tucanos Ricardo Trípoli, em São Paulo, Bruno Araújo, em Pernambuco, e Jutahy Júnior, na Bahia, que atualmente ocupam uma vaga de deputado federal, perderam a eleição de senador. Os ex-governadores Beto Richa (PSDB-PR), Raimundo Colombo (PSD-SC), Marconi Perillo (PSDB-GO) e Jackson Barreto (MDB-SE) também não tiveram sucesso nas urnas.

Os senadores Garibaldi Alves Filho (MDB-RN), Antônio Carlos Valadares (PSB), Roberto Requião (MDB-PR), Valdir Raupp (MDB-RO), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Vicentinho Alves (PR-TO), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Lúcia Vânia (PSB-GO), Wilder Morais (DEM-GO), Magno Malta (PR-ES), Ricardo Ferraço (PSDB-ES), Waldemir Moka (MDB-MS), Benedito de Lira (PP-AL), Angela Portela (PDT-RR) e Paulo Bauer (PSDB-SC) não foram reeleitos.

Candidatos a governador

Dos 18 senadores que se candidataram a governador, apenas dois conseguiram se eleger no primeiro turno: Ronaldo Caiado (DEM), em Goiás, e Gladson Cameli (PP), no Acre.

Três vão disputar a eleição estadual no segundo turno: João Capiberibe (PSB), no Amapá; Antonio Anastasia (PSDB), em Minas Gerais, e Fátima Bezerra (PT), no Rio Grande do Norte.

Reeleição

Dos 33 senadores que tentaram a reeleição, oito conseguiram votos para voltar: Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Ciro Nogueira (PP-PI), Humberto Costa (PT-PE), Jader Barbalho (MDB-PA), Eduardo Braga (MDB-AM), Renan Calheiros (MDB-AL) e Sérgio Petecão (PSD-AC)

Da Agência Brasil

Confira a seguir a lista dos senadores eleitos nestas eleições de 2018.

Acre (AC)

  • Sérgio Petecão (PSD)
  • Márcio Bittar (MDB)

Alagoas (AL)

  • Rodrigo Cunha (PSDB)
  • Renan Calheiros (MDB)

Amapá (AP)

  • Randolfe (Rede)
  • Lucas Barreto (PTB)

Amazonas (AM)

  • Eduardo Braga (MDB)
  • Plínio Valério (PSDB)

Bahia (BA)

  • Jaques Wagner (PT)
  • Ângelo Coronel (PSD)

Ceará (CE)

  • Cid Ferreira Gomes (PDT)
  • Eduardo Girão (PROS)

Distrito Federal (DF)

  • Leila do Vôlei (PSB)
  • Izalci (PSDB)

Espírito Santo (ES)

  • Fabiano Contarato (Rede)
  • Marcos Do Val (PPS)

Goiás (GO)

  • Vanderlan (PP)
  • Jorge Kajuru (PRP)

Maranhão (MA)

  • Weverton Rocha (PDT)
  • Eliziane Gama (PPS)

Mato Grosso (MT)

  • Selma Arruda (PSL)
  • Jayme Campos (DEM)

Mato Grosso do Sul (MS)

  • Nelsinho Trad (PTB)
  • Soraya Thronicke (PSL)

Minas Gerais (MG)

  • Rodrigo Pacheco (DEM)
  • Carlos Viana (PHS)

Pará (PA)

  • Jader Barbalho (MDB)
  • Zequinha Marinho (PSC)

Paraíba (PB)

  • Veneziano Vital do Rêgo (PSB)
  • Daniella Ribeiro (PP)

Paraná (PR)

  • Professor Oriovisto Guimarães (Podemos)
  • Flavio Arns (Rede)

Pernambuco (PE)

  • Humberto Costa (PT)
  • Jarbas Vasconcelos (MDB)

Piauí (PI)

  • Ciro Nogueira (PP)
  • Marcelo Castro (MDB)

Rio de Janeiro (RJ)

  • Flávio Bolsonaro (PSL)
  • Arolde de Oliveira (PSD)

Rio Grande do Norte (RN)

  • Capitão Styvenson (Rede)
  • Dra. Zenaide Maia (PHS)

Rio Grande do Sul (RS)

  • Luis Carlos Heinze (PP)
  • Paulo Paim (PT)

Rondônia (RO)

  • Marcos Rogério (DEM)
  • Confúcio Moura (MDB)

Roraima (RR)

  • Chico Rodrigues (DEM)
  • Mecias de Jesus (PRB)

Santa Catarina (SC)

  • Esperidião Amin (PP)
  • Jorginho Mello (PR)

São Paulo (SP)

  • Major Olímpio (PSL)
  • Mara Grabrilli (PSDB)

Sergipe (SE)

  • Alessandro Vieira (Rede)
  • Rogério Carvalho (PT)

Tocantins (TO)

  • Eduardo Gomes (SD)
  • Iarajá (PSD)

Além destes, há 27 senadores já eleitos e com mandatos até 2022. São eles:

  • Alvaro Dias (Podemos) PR
  • Antonio Anastasia (PSDB) MG
  • Dário Berger (MDB) SC
  • Davi Alcolumbre (DEM) AP
  • Fátima Bezerra (PT) RN
  • Fernando Bezerra Coelho (MDB) PE
  • Fernando Collor (PTC) AL
  • Gladson Cameli (PP) AC
  • José Amauri (Podemos) PI
  • José Maranhão (MDB) PB
  • José Serra (PSDB) SP
  • Kátia Abreu (PDT) TO
  • Lasier Martins (PSD) RS
  • Maria do Carmo Alves (DEM) SE
  • Omar Aziz (PSD) AM 2
  • Otto Alencar (PSD) BA
  • Paulo Rocha (PT) PA
  • Reguffe S/Partido DF
  • Roberto Rocha (PSDB) MA
  • Romário (Podemos) RJ
  • Ronaldo Caiado (DEM) GO
  • Rose de Freitas (Podemos) ES
  • Simone Tebet (MDB) MS
  • Tasso Jereissati (PSDB) CE
  • Telmário Mota (PTB) RR
  • Wellington Fagundes (PR) MT

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções