Diário da Manhã

terça, 21 de agosto de 2018

Notícias

HISTÓRIA EM QUADRINHOS : “O Lado Negro da Praça” no AnimeBomb

09 agosto
08:21 2018

Entre as atividades do 5º AnimeBomb, sábado e domingo no Gonzaga, HQ “O Lado Negro da Praça”

Por Carlos Cogoy

Lado Negro da Praça capaO roteiro é de Vinicius “Cautcheitcha” Lemes. Os desenhos são de Jardel Ferraz, Pedro Silveira e Edu Bokow. Autores da História em Quadrinhos “O Lado Negro da Praça”, neste ano eles conseguiram a publicação através editora independente “Craft Comic Books”. Em poucos meses, a obra dos pelotenses, tornou-se a mais vendida do catálogo com cinquenta títulos. Com o destaque, a editora passou a enviar exemplares para a comercialização física. E, de acordo com Vinicius, exemplares podem ser adquiridos – preço de R$16,00 -, na revistaria São Francisco, localizada no supermercado Nacional – rua Gonçalves Chaves 2.810. Já na livraria Vanguarda, mediante encomenda. Na internet – frete grátis -, acessando: http://craftcomicbooks.com

ANIMEBOMB será evento no sábado e domingo, cuja quinta edição acontecerá no Colégio Gonzaga. Na programação, destaca Vinicius, lançamento e autógrafos de “O Lado Negro da Praça”. A atividade será domingo, e os autores também estarão sendo entrevistados no evento. De acordo com Vinicius, a HQ tem sido comercializada para diferentes locais do País. E, para breve, acrescenta, a ideia é ampliar a venda em Pelotas, chegando a dezena de pontos. Como perspectiva, possibilidade de lançamento também na Feira do Livro.

Vinicius criou filme

Vinicius criou filme

DIA DOS PAIS – Vinicius recentemente perdeu o pai. No domingo, Dia dos Pais, ele estará divulgando seu “filho”, a publicação em HQ. Ele expressa: “O que devo dizer sobre o meu pai, João Carlos, é que até o seu último suspiro aqui na terra, foi um super-herói, sem capa, da vida real. O seu traje de herói era o macacão da firma. E ele nunca deixou nos faltar absolutamente nada de carinho, ou necessidade, tanto pra mim, quanto os meus irmãos. Então, um homem verdadeiramente incrível. O que me comove e conforta é que as pessoas que eu nem imaginava, me param na rua pra dizer que ele era ‘super trabalhador’, coisas como ‘o braço direito do serviço de torneiro-mecânico na mecânica Meyer, onde trabalhou durante 35 anos’, e ‘como amava muito a familia’. Com toda certeza, o fato de eu fazer gibi tem muita influência dele. No inicio dos anos 2000, ele me levava no centro pra comer cachorro quente, e comprava bonecos do Batman, meu herói favorito, bem como gibis do Superman e Homem-Aranha. Inclusive na minha última entrevista com vocês do Diário da Manhã, ele me pediu pra ler o jornal, eu alcancei, mas fiquei com vergonha de perguntar o que ele achou, coisa boba de criança e jovem. Depois, no entanto, perguntei pra mãe. Ela disse que ele comentou: ‘’ele vai ser uma grande pessoa, vai ajudar os outros’. Também considero como influência dele, o fato do meu Quadrinho estar em primeiro na editora Craft. Simboliza, creio, a trajetória dele, ou seja, o número um em 35 anos de trabalho”.

Vinicius, o pai e a irmã Taís. Ele menciona: “Minha meta de vida é ser tão bom quanto os meus pais, pois eles são verdadeiramente incríveis. Eu perdi o homem da minha vida, pra eu ser o próprio homem da minha agora”

Vinicius, o pai e a irmã Taís. Ele menciona: “Minha meta de vida é ser tão bom quanto os meus pais, pois eles são verdadeiramente incríveis. Eu perdi o homem da minha vida, pra eu ser o próprio homem da minha agora”

O BAIRRO é filme, longa-metragem, criado por Vinicius Lemes. O foco é a problemática da juventude, abrangendo questões como a criminalidade, drogas, depressão e abuso familiar. Ele explica: “O título é um simbolismo para os dois distritos de Pelotas, onde a trama se desenrola. Nos bairros, Areal e Cohab I, mergulhando na vida de dois jovens que enfrentam individualmente suas realidades difíceis e confusas. Davi Vieira (Jonas), um jovem que sofre de depressão, tem um relacionamento problemático com seus pais adotivos. E do outro lado da moeda, Nataniel Moraes (Leandro), também jovem, mas já pai de um menino, acabou de cumprir sua sentença no Presídio Regional, retornando ao mesmo ambiente que o colocou atrás das grades. Os dois terão de superar as barreiras impostas de suas vidas diárias, e não cair na tentação de seus amigos”. Com direção de José Mattos, elenco tem como protagonistas Jonas Neuenfeld e Leandro Rodrigues. A direção de fotografia é de Jeferson Lopes, com edição de Julio Meireles.

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções