Diário da Manhã

sábado, 20 de abril de 2019

Notícias

 Mais recentes

Homem embriagado agride e estupra

10 abril
08:30 2019

O namoro tem cinco anos. Porém, o casal está em crise. Eles já se separaram algumas vezes. No fim de semana, no entanto, a relação foi parar na delegacia.

Conforme o relato da vítima, o parceiro bebe e fica violento. A mulher já registrou ocorrências, expressando a agressividade do companheiro que, em várias ocasiões, desferiu socos e tapas. Há poucos dias, no entanto, o homem, que trabalha recolhendo e vendendo latas para reciclagem, passou a residir com a vítima. No começo deste mês, ele chegou embriagado e o casal teve nova discussão. Após o desentendimento, a vítima optou por pernoitar no sofá da sala. Mas a fúria ainda não havia terminado.

CabeçalhoESTUPRO – De acordo com a vítima, ela foi acordada pelo homem, que a agarrou e conduziu, sem consentimento, para o quarto. No local, conforme relata a vítima no boletim de ocorrência, ela foi forçada a manter relacionamento íntimo. Após o estupro, a mulher foi esbofeteada. Com isso, caiu e bateu as costas no armário do quarto.

PROTEÇÃO – Os filhos da vítima mandaram o agressor embora, e a mulher chamou a Brigada Militar. Ela foi orientada a comparecer na Delegacia de Pronto Atendimento, onde efetuou o registro. A vítima solicitou Medida Protetiva de Urgência, e deseja representar criminalmente contra o acusado. Ela deixou a casa no Jardim Europa, e foi residir com o filho.

INJÚRIA – Ao fim da manhã de sábado, homem compareceu na delegacia para registrar boletim contra a ex-companheira. Segundo a vítima, através de aplicativo a mulher ameaça prejudicá-lo profissionalmente. Ela diz que irá no trabalho do ex-parceiro, para que ele seja demitido. Na mensagem recebida pela vítima, a mulher expressa: “Te prepara, tu vai te f… no teu serviço e no relacionamento… Que apostar otário? Traste!”. Ele deseja representar criminalmente contra a mulher e, em relação à injúria, foi orientado para que, através de advogado, ingresse com queixa-crime. A vítima reside nas Três Vendas.

ESFAQUEADO – Desavença no Navegantes 2, levou ao esfaqueamento de um dos envolvidos. Conforme o registro na Delegacia de Pronto Atendimento, a vítima conta que, no sábado ao amanhecer, foi abordado por vizinho que o chamou para brigar. A vítima foi ofendida pelo agressor que o chamou de “Negão palhaço”. Ele então desferiu um soco no vizinho, que pegou uma faca e lhe atingiu na perna direita. A vítima acrescenta que cuida da mãe, enferma com o mal de Alzheimer, mas os vizinhos não respeitam, e batem nas paredes. O conflito já teve registros anteriores.  Carlos Cogoy/Diário da Manhã

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções