Diário da Manhã

segunda, 11 de novembro de 2019

Notícias

Horóscopo do dia 02/02/2014

01 fevereiro
23:55 2014

AriesÁries (21 de mar ~ 20 de abr)

O excesso de confiança junto aos amigos ou familiares pode causar problemas. Você tende a impor caprichos e pequenas vontades.

 

TouroTouro (21 de abr ~ 20 de mai)

Você precisa administrar as grandes energias que tendem a impulsioná-lo no trabalho. Tenderá a querer efetivar suas conquistas.

 

GemeosGêmeos (21 de mai ~ 20 de jun)

Os excessos estão presentes na lida com dinheiro e na tentativa de impor sua visão. Você não pode tudo com seus valores.

 

CancerCâncer (21 de jun ~ 21 de jul)

As negociações e acordos que envolvam posses talvez não se concluam de bom grado. A tendência maior é de divergência.

 

LeaoLeão (22 de jul ~ 22 de ago)

Por mais intensos que sejam os sentimentos, as circunstâncias podem afastá-lo da pessoa amada. Haverá transformação da relação.

 

VirgemVirgem (23 de ago ~ 22 de set)

Acentuada arrogância e gestos exagerados, com as pessoas mais próximas. O forte desejo por algum prazer pessoal pode desviá-lo.

 

LibraLibra (23 de set ~ 22 de out)

Vontade de ser criativo e fazer somente o que você quer no trabalho. O excesso de confiança leva a cometer exageros.

 

EscorpiãoEscorpião (23 de out ~ 21 de nov)

A impaciência ao se comunicar prejudica as relações familiares e com pessoas queridas. É preciso respeitar o tempo do outro.

 

SagitárioSagitário (22 de nov ~ 21 de dez)

Tensão interior e dificuldade para dirigir suas emoções. O ciúme pode predominar, tingindo tudo de desnecessária insegurança.

 

CapricornioCapricórnio (22 de dez ~ 20 de jan)

A preocupação com dinheiro e posses materiais tende a ser muito grande, levando-o a tomar decisão precipitada e exagerada.

 

AquarioAquário (21 de jan ~ 19 de fev)

Tensões emocionais exacerbadas. A falta de confiança é um problema. Mas hoje o excesso de confiança pode ser ainda pior.

 

PeixesPeixes (20 de fev ~ 20 de mar)

Você se sente distante demais das pessoas queridas e tende a por em crise as relações afetivas. Momento oportuno de avaliações.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções