Diário da Manhã

sexta, 15 de fevereiro de 2019

Notícias

Hospedaria municipal libera 16 cavalos para adoção

Hospedaria municipal libera 16 cavalos para adoção
07 fevereiro
09:16 2019

Amanhã, a partir das 10h, a Hospedaria de Grandes Animais da Prefeitura realiza a primeira edição de 2019 do ‘Projeto Adoção de Cavalos’. Dezesseis animais serão colocados à disposição de produtores rurais da cidade, todos recolhidos das vias públicas pelo setor de Apreensão de Animais da Secretaria de Serviços Urbanos e Infraestrutura (SSUI).

Alguns deles, como o colorado Domingueiro, chegaram à Hospedaria em estado precário e, depois de meses de tratamento, estão em boas condições. “Achamos que ele não se salvaria devido aos ferimentos que tinha. Hoje, está bem e mesmo com as sequelas, tem a chance de viver melhor”, conta Cléber Barros, chefe do setor de Apreensões da SSUI.

QUARENTA produtores têm interesse em ficar com os  animais

QUARENTA produtores têm interesse em ficar com os animais

Domingueiro chegou à Hospedaria em setembro, com uma grave lesão na pata dianteira direita, e só agora está em condições de ganhar uma nova família. Apesar de coxear quando anda, ele até arrisca trotar pelos campos da Hospedaria, numa tentativa de acompanhar os outros 30 animais abrigados no local.

Todos os equinos colocados para adoção estão saudáveis e foram examinados para anemia infecciosa e mormo, conforme exigência da Secretaria Estadual de Agricultura, que segue legislação federal para emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA).

Os cavalos também receberam atendimento veterinário e chips de identificação, através de convênio com o Hospital Veterinário da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Ao todo, 40 pessoas já se cadastraram para a adoção de sexta-feira.

Para adotar é preciso ter a guia de produtor rural e assinar o Termo de Adoção, no qual se compromete a não usar o animal para trabalho de tração. Os interessados devem se cadastrar por meio do telefone (53) 3271-9244. A Hospedaria de Grandes Animais fica no km 75,1 da BR-392, na saída para Canguçu.

DENÚNCIAS

Se a SSUI for acionada – a maioria das operações são motivadas por denúncias -, o animal será recolhido, mesmo sem sinais de maus-tratos. Nesse cenário, o proprietário tem até 30 dias para reaver o equino, mediante pagamento de multa no valor de R$ 108,84.

 

Após esse período, a Prefeitura os encaminha para doação. Se ficar comprovado que o animal foi maltratado, o dono perde o direito de recuperar o bicho, podendo ser penalizado por crime de maus-tratos.

 

A equipe da SSUI esclarece que recolhe apenas os cavalos soltos em via pública. Os que estão amarrados – se não colocarem em risco a circulação – são deixados. Há ainda os casos específicos de maus-tratos, que chegam através de denúncia encaminhada pela Secretaria de Qualidade Ambiental (SQA).

 

O recolhimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e os animais são encaminhados à Hospedaria. Denúncias podem ser feitas pelos telefones (53) 3271-9244, na própria Hospedaria, ou (53) 3227-5442, pela SQA.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções