Diário da Manhã

domingo, 15 de julho de 2018

Notícias

Hospital Escola Regional começa a garantir recursos

Hospital Escola Regional começa a garantir recursos
20 junho
08:43 2018

Antes que iniciasse a audiência pública para debater a busca de recursos que viabilizem a construção do Hospital Escola Regional 100% SUS, grupo de alunos da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas já agitava cartazes e apitos em frente a Câmara de Vereadores, para apoiar o movimento, liderado pelo vereador Marcus Cunha (PDT), para conseguir, ainda este ano, R$ 7 milhões que garantam a conclusão do Bloco 3 do Hospital Escola Regional 100% SUS. O plenário lotado e a veemência dos discursos foram fundamentais para que, ao final, parlamentares enviassem mensagens diretamente do Congresso Nacional garantindo emendas individuais que fecharão o valor necessário para a obra.

MOVIMENTO pelo Hospital Escola Regional foi iniciado em 2017

MOVIMENTO pelo Hospital Escola Regional foi iniciado em 2017

Três reuniões estão marcadas em Brasília, para o dia 9 de julho: com a bancada gaúcha, formada por 31 deputados e três senadores, para garantir os R$ 7 milhões, e com os ministros da Saúde e da Educação para agilizar a conclusão das obras do Bloco 3, que já está 70% finalizada. Ao mesmo tempo, o deputado federal Pompeo de Mattos (PDT) se reunirá com os 200 parlamentares que assinaram a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Construção do Hospital Regional de Pelotas, para analisar a possibilidade de o Legislativo aprovar emendas para 2019 e 2020, de R$100 milhões cada, visando à construção dos blocos 1 e 2 do HE.

O movimento pelo Hospital Escola Regional , iniciado em 2017 por Marcus Cunha e o presidente do Conselho dos secretários municipais de Saúde do RS, Diego Espíndola, conta com o apoio do deputado federal Pompeu de Mattos (PDT), do deputado estadual Zé Nunes (PT), do reitor da UFPel, Pedro Hallal, prefeitos e vereadores da Região Sul, parlamentares federais e estaduais e comunidade.

Para o vereador Marcus Cunha, a audiência pública provou que a luta não é de um grupo ou um partido político. “O Hospital Escola Regional 100% SUS é uma luta suprapartidária, que vai beneficiar toda a população da Região Sul. Por isso precisamos contar com o apoio de todos os parlamentares, do atual reitor e dos anteriores, professores, estudantes e servidores da UFPel, deputados, senadores, prefeitos e vereadores, independente de partido político”, afirmou.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções