Diário da Manhã

terça, 25 de junho de 2019

Notícias

Idoso é ludibriado por advogados

12 abril
08:16 2019

Ele precisou ingressar com ação, que tramitou na 3ª Vara Cível. O processo do senhor de 64 anos, visava a cobrança de seguradora, em decorrência de acidente de trânsito. Conforme relata, em boletim registrado na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), o acordo foi firmado com o valor de R$6.700,00. Para representá-lo, delegou procuração a escritório de advocacia. Transcorridos quatro meses, no entanto, o idoso ainda não recebeu a quantia, e está suspeitando que ocorreu “apropriação indébita”.

CabeçalhoDEMORA – A vítima menciona que começou a estranhar a demora para receber a quantia. Então, entrou em contato com a advogada da seguradora, e soube que a indenização foi paga em dezembro. Assim, ligou para o titular do escritório de advocacia que o representa. Segundo acrescenta, o contato com o advogado tem sido apenas telefônico, pois a procuração foi assinada diante de uma integrante da equipe. Ao fone, o advogado disse que ainda não havia recebido nenhum valor. E que, do valor de R$6 mil, a vítima teria direito a R$4 mil. No boletim de ocorrência, o idoso ainda disse que ouviu o advogado enfatizar: “Isso é demorado mesmo”.

BICICLETA foi furtada à tarde, na rua Lobo da Costa no centro. A vítima de 39 anos, relata que deixou a bicicleta da marca South, avaliada em mais de R$500,00, presa a um cadeado no seu local de trabalho. Quando retornou já não encontrou mais o veículo. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima foi informada pelo porteiro do local, que o autor do furto, além de romper o cadeado que prendia a bicicleta a uma grande, também danificou o cadeado do portão para conseguir adentrar no terreno.

ROUBO no Fragata e a vítima de 35 anos, foi assaltada à rua Francisco Manoel da Silva. Conforme o registro na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), ela estava próxima de casa quando foi abordada por dupla. Eles queriam o celular e ela foi revistada. Como prejuízo, a vítima relata que os ladrões levaram a sua bolsa, o celular Samsung J4, documentos, cartões, chaves e a quantia de R$220,00. Durante o roubo, eles demonstravam através de gestos, que estariam portando armas. Após o assalto, a dupla fugiu em direção ao bairro Simões Lopes. A Brigada foi comunicada, guarnição foi ao local e foram feitas buscas, mas os ladrões não foram localizados

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções