Diário da Manhã

sexta, 15 de fevereiro de 2019

Notícias

INÉDITA : UFPEL realiza primeira formatura institucional

INÉDITA : UFPEL realiza  primeira formatura institucional
21 janeiro
09:20 2019

Uma cerimônia tradicional e cheia de significado está agora acessível para todos os estudantes da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). A Instituição realizou neste sábado, no Auditório do Colégio Gonzaga, a primeira das suas formaturas institucionais, em uma proposta inclusiva e igualitária que oportuniza aos estudantes a colação de grau com toda a pompa que o evento merece, custeada pela própria Universidade.

Nesta primeira edição, realizada em três sessões, receberam o certificado de conclusão de curso 223 formandos de 42 cursos de graduação.

Entre sorrisos e a ansiedade para entrar no palco e receber o tão sonhado canudo, as formandas em Jornalismo Wilma de Araújo, 21 anos, e Renata Borges, 26, destacaram a importância da solenidade institucional. “É uma questão de inclusão. É um processo essencial, um grande passo que a UFPel dá”, opinou Renata.

“Vamos ficar marcados na história”, disse Wilma.
Perfeita e preparada com muito carinho. Assim a formanda Thaís Rosa da Silva, 24, descreveu a solenidade que lhe concedeu o grau de tecnóloga em Gestão Pública. ”É maravilhoso a UFPel proporcionar esse momento. A formatura institucional está tão glamourosa quanto uma paga. A ideia deu muito certo”, avaliou. Agora, a jovem encerra um ciclo e inicia outro, já com os olhos no futuro. ”Quero devolver à sociedade aquilo que aprendi”, conta.
Os formandos em Gestão Ambiental Matheus Rosa da Costa, 23, Júlia Milech, 22, e Marciele Antunes, 21, eram só alegria prestes a entrar para a cerimônia. ”Se não fosse a formatura institucional, não teríamos condições. Estamos aqui por causa da UFPel”, disseram.

Para o reitor Pedro Curi Hallal, a formatura é parte do processo de formação do aluno e, como tal, deve ser oportunizada a todos. “Muitas vezes os paraninfos referem-se à formatura como ‘a última aula’. Não era justo que ela fosse assistida apenas por uma parte dos estudantes”. A formatura institucional, destacou, coloca todos em condições de igualdade e cumpre mais um dos compromissos da gestão.

Aprovada pelo Conselho Universitário em maio do ano passado, a formatura institucional deverá ocorrer semestralmente e, atualmente, é opcional. As turmas que ingressaram na UFPel a partir de 2018 já terão esta como o modelo único institucionalizado e regulamentado.
          EMOÇÃO
Cheios de orgulho com a colação de grau do caçula, a dona de casa Alverinda Coelho, 57, e o aposentado Nei Coelho, 63, estavam nas primeiras filas para ver de perto a conquista do diploma em Jornalismo por Luciano, 22, o primeiro dos filhos a se formar. ”Deus sabe que o que a gente está sentindo é maravilhoso”, conta a mãe. Moradores do Capão do Leão, não escondem o contentamento com o rapaz estudioso e esforçado, que sabia todo o alfabeto aos dois anos e meio de idade. Dentre os desafios, o apoio à mãe que enfrentou um câncer durante sua graduação. “Muitas vezes a gente sentia ele cansado, esgotado, mas ele nunca desistiu dos objetivos. Ver ele se formar é uma alegria imensa”, conta Alverinda.

Pais do Matheus, formando em Gestão Ambiental, a cozinheira Leda Costa da Rosa, 56, e o motorista Jesus Matias da Costa, 64, aplaudiram a conquista do filho, que sempre teve vocação para o cuidado com o meio ambiente. “Nem todos têm a mesma condição, e com essa oportunidade todo mundo fica no mesmo padrão”, observou Costa, sobre a solenidade.

graduação  MOMENTO diferenciado na vida dos muitos formandos de 42 cursos de

graduação
MOMENTO diferenciado na vida dos muitos formandos de 42 cursos de

“VOLTEM SEMPRE”

Em sua mensagem final na primeira sessão de formatura, o reitor quis mencionar duas palavras que julgava importantes: “obrigado” e “desculpa”. O gestor agradeceu aos formandos por escolherem a UFPel, dividir esse tempo com a Universidade e confiarem na primeira formatura institucional. Desculpou-se por eventuais falhas que, apesar do corpo de professores e técnicos de qualidade, tenham tido no âmbito estrutural.

“Estamos sempre tentando melhorar as condições para que a UFPel atinja ainda mais altos patamares. Voltem sempre. Estejam junto conosco. Quando as universidades forem ameaçadas, juntem-se a nós para lutar pelas instituições de ensino públicas e de qualidade desse país”.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções