Diário da Manhã

sexta, 31 de outubro de 2014

Notícias

 Mais recentes

Internautas divulgam com antecipação ações da BM

Internautas divulgam com antecipação ações da BM
14 março
07:24 2014

Promotor de Justiça José Olavo Passos e o Capitão PM Bastos Alves, Chefe de Operações do 4º BPM, falaram à imprensa sobre providências tomadas

Capitão Bastos Alves

Capitão Bastos Alves

O promotor José Olavo Passos, titular da 1ª Promotoria Criminal, reuniu a imprensa ontem para divulgar o resultado da investigação iniciada em setembro do ano passado pelo Ministério Público sobre a divulgação antecipada das blitz da Brigada Militar, em especial às da Balada Segura em redes sociais. Participou do encontro o capitão Rodrigo Bastos Alves, chefe de operações do 4º Batalhão de Polícia Militar, que na época fez a denúncia entregando ao promotor o levantamento de perfis e publicações realizadas pelo grupo “Blitz Pelotas Avisa”, que chegou a ter 13 mil membros. O processo iniciou na Promotoria da Infância e Juventude, mas foi transferido devido aos acusados serem maiores de idade.

Embora a investigação tenha continuidade, explica o promotor que no momento não oferecerá denúncia contra nenhum dos oito suspeitos investigados, tendo em vista que ficou constatado que a ideia era só de burlar a fiscalização, não havendo dolo na iniciativa. Alguns dos suspeitos negaram e outros confirmaram terem acessado o site, porém desinformados que poderiam estar incorrendo em crime.

Promotor José Olavo

Promotor José Olavo

A partir de agora, segundo o promotor, se foram feitas novas divulgações sobre os locais das blitz que a Brigada Militar está desenvolvendo, os responsáveis serão penalizados criminalmente, com enquadramento no artigo 265 do Código Penal, que diz respeito a punir quem tenta prejudicar ações de uma autoridade pública.  A Brigada Militar continua monitorando estes perfis nas redes sociais e repassando informações ao promotor. O MP vai reprimir toda e qualquer conduta dolosa se for detectado novo prejuízo às ações da Brigada.

No ano passado, um trabalho realizado pelo Setor de Inteligência da Brigada Militar levantou dados sobre um grupo aberto que divulgava em uma rede social os locais onde eram realizadas as barreiras e blitz da Brigada Militar, alertando os condutores que se encontravam em situação irregular para que não passassem pelos locais aonde se desenvolvia a fiscalização.

A divulgação realizada pelos internautas atingiu tamanha proporção, que no momento em que os policiais chegavam ao local, iniciavam as postagens dos membros. As postagens eram instantâneas e ricas em detalhes, inclusive com fotos feitas pelos membros do grupo.

No relatório realizado pelo Setor de Inteligência da BM consta que em apenas uma tarde, 9.295 membros receberam as postagens do grupo.

Plantão de Polícia

Foragido preso pela BM

Policiais da Brigada Militar prenderam um homem de 36 anos que figurava na lista dos dez mais procurados da cidade. J.F.L. foi capturado na Rua Conselheiro Silveira Martins, no Bairro Areal. . Ele estava foragido desde o dia 2 de julho de 2013.

Também no Bairro Areal, no Loteamento Vasco Pires, foi detido um foragido. Policiais em patrulhamento abordaram D.C.B., que se identificou como R.C.B., seu meio-irmão. Após ter sido devidamente identificado, o acusado, que tinha em seu desfavor um mandado prisão, foi levado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento e, posteriormente, encaminhado ao Presídio Regional de Pelotas.

Presos acusados de abigeato

Na madrugada de ontem, às 00h30min, na Estrada da Hidráulica, na área rural, policiais do 4º BPM (Batalhão de Policia Militar), após denúncia anônima abordaram um caminhão boiadeiro de cor verde e no seu interior estavam três homens, respectivamente com 30, 21 e 27 anos.  Durante averiguação foi encontrado na carroceria uma vaca carneada e três facas. Numa residência foi abordado um homem 48 anos,  sendo localizados 140 estojos de calibres variados e  uma espingarda calibre 20, sem marca definida ou numero legível. Os quatro suspeitos forem encaminhados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento.

Notícias Relacionadas

Comentários ()