Diário da Manhã

sexta, 21 de setembro de 2018

Notícias

 Mais recentes

IPE Saúde reajusta valor das consultas médicas

12 setembro
08:32 2018

O Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do RS – IPE Saúde e o Simers – Sindicato Médico do RS comunicam que, a partir do 1º de outubro, as consultas realizadas por médicos credenciados ao IPE terão um incremento médio de 35%. O valor para os que estão habilitados como Pessoa Jurídica passará para R$ 90,00, e para Pessoa Física será de R$ 62,00.

Mais de 8 mil profissionais credenciados serão beneficiados com esse reajuste. Essa medida representa R$ 35 milhões a mais por ano pelo pagamento das consultas. O presidente do IPE Saúde, João Gabbardo dos Reis, ressalta, porém, que o custo para a autarquia não aumentará. “Estamos trabalhando em diferentes medidas de gestão que nos possibilitaram este avanço. Entre elas, está a reformulação na sistemática de pagamentos de medicamentos”, comenta o presidente da autarquia.

PRESIDENTE do IPE Saúde, João Gabbardo dos Reis (D), e o presidente do Simers, Paulo de Argollo Mendes, participaram do encontro

PRESIDENTE do IPE Saúde, João Gabbardo dos Reis (D), e o presidente do Simers, Paulo de Argollo Mendes, participaram do encontro

Gabbardo acrescenta que a decisão de reajustar a remuneração dos médicos, o que não ocorria desde 2011, busca tornar o plano mais competitivo. “Com essa medida, mostramos um novo posicionamento do IPE para trabalhar na recomposição da remuneração dos médicos, em negociações com o Simers. Também esperamos aumentar a oferta de consultas, resolvendo um dos grandes problemas do IPE Saúde que era a dificuldade em agendar consultas. Não haverá motivos para distinção de atendimento”.

Com isso, os médicos que estão atualmente credenciados como PF podem migrar para o modelo PJ, observa Gabbardo. As informações estão disponíveis no site do IPE Saúde (www.ipe.rs.gov.br).

O presidente do Simers, Paulo de Argollo Mendes, destaca que o reajuste, mesmo que não seja o ideal, mostra que a nova conduta do Instituto inverte a tendência de decréscimo da remuneração dos médicos, com aguda defasagem nos últimos anos. “O reajuste é importante, pois em vez de continuar reduzindo os valores, temos agora uma medida efetiva para tentarmos salvar o IPE”, reforça Argollo. “Estamos dando o primeiro passo de uma sequência de conversações que estão sendo realizadas para promover a remuneração adequada à excelência dos serviços prestados pelos médicos”, completa o presidente do Simers.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções