Diário da Manhã

quinta, 18 de outubro de 2018

Notícias

Jornada universitária debate a Reforma Agrária na região

Jornada universitária debate a Reforma Agrária na região
12 junho
08:18 2018

Nesta terça, jornada prossegue com roda de conversa e cine-debate

Por Carlos Cogoy

O risco da biodiversidade diante do poderio industrial. As sementes, há bom tempo, estão na mira de gigantes do mercado. Dominar o segmento, muito além do lucro, pode implicar num poder desmesurado, controlando decisões políticas e a sobrevivência. Abordagem do filme “Sementes da Liberdade”, que será exibido hoje na programação da “V Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária”. O evento, com abrangência regional, teve início ontem à noite na UCPel. A jornada terá atividade até dia 20.

Dra. Vandana Shiva no documentário

Dra. Vandana Shiva no documentário

SEMENTES – Nesta terça às 14h, roda de conversa “Soberania e segurança alimentar: desafios na contemporaneidade”, com a participação do engenheiro agrônomo Carlos Eduardo Arns (doutorando em Política Social e Direitos Humanos na UCPel). O local será a sala 334 C do Campus I da UCPel. Às 19h no auditório interno do Colégio Municipal Pelotense, cine-debate “Sementes da Liberdade”. A programação também acontecerá quarta às 10h, e o local será o miniauditório 1 do IFSul. Às 16h30min, o cine-debate “Sementes da liberdade” será promovido no auditório do CAVG. No filme, especialistas e ativistas como a Dra. Vandana Shiva de Navdanya, autora da Declaração sobre a Liberdade das Sementes. Entre os tópicos, ela alerta: “A Liberdade das sementes é ameaçada pelas patentes sobre sementes, que criam um monopólio de sementes e determinam a ilegalidade da conservação e troca de sementes pelos agricultores. As patentes sobre sementes não se justificam nem em termos éticos, nem em termos ecológicos uma vez que as patentes são direitos exclusivos concedidos sobre uma invenção. As sementes não são uma invenção. A vida não é uma invenção”.

CAMPO – Amanhã às 19h no auditório do ICH 2 da UFPel – Barroso 1.202 -, mesa “A terra em disputa: o campo brasileiro na atualidade”, com Ildo Pereira (MST), Jocemar Cadete (estudante de direito na Furg), e indígena Kaingang, e Gilvani Faria dos Santos (estudante de medicana na UFPel), e integrante da comunidade quilombola Kalunga de Goiás.

REGIÃO – Quinta às 9h, cine-debate “Terra para Rose’ na Escola Estadual Deputado Adão Pretto em Piratini. Sexta às 8h30min, vivência no assentamento Conquista da Liberdade em Piratini. Dia 20 às 19h30min, cine-debate “Ernestino, o bebê subversivo”. Como local, auditório do CETAC/EFA Sul em Canguçu.

PROMOTORES: BEM da Terra; Colégio Pelotense; História/UFPel; EFASUL; Emancipação/UCPel; ICH/UFPel; IMA; IFSul; CAVG; Levante Popular da Juventude; MST; NESIC/UCPel; NETA/UFPel; Observatório dos Conflitos/UCPel; Turma Especial Medicina Veterinária TEMV/ MST/UFPel.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções