Diário da Manhã

quarta, 08 de julho de 2020

Notícias

 Mais recentes

JULGAMENTO : Acusado de matar pai e filha é condenado a 30 anos de prisão

JULGAMENTO : Acusado de matar pai e filha é condenado a 30 anos de prisão
23 outubro
09:21 2014

O réu Márcio Pereira da Silva, denunciado por duplo homicídio qualificado foi condenado a 30 anos de prisão em Regime Fechado, por ter matado pai e filha, em janeiro de 2012.

Ele não poderá recorrer da sentença em liberdade, segundo consta na sentença proferida pelo juiz Paulo Ivan Alves Medeiros, que para estipular a pena levou em conta todas qualificadoras do bárbaro crime, que foram: motivo fútil, matar o pai para depois matar a filha; matar a mulher mediante recurso que impossibilitou a defesa da própria, e homicídio por meio cruel. Na defesa do réu atuou o advogado Airton Carré Chagas, da Defensoria Pública. O promotor José Olavo Bueno dos Passos desenvolveu a acusação

O julgamento, que ocorreu na tarde de terça-feira, no Salão do Tribunal do Júri foi marcado por uma demorada interrupção, tendo em vista que familiares das vítimas e do acusado, que estavam na assistência, teriam se desentendido, levando o juiz a interromper a sessão, até que os ânimos fossem acalmados. Por questões de segurança, os trabalhos retornaram horas depois, levando o julgamento a se prolongar até perto das 22h.

As vítimas assassinadas pelo acusado são Isabel Teixeira da Silva e seu pai Estoarte Rodrigues Teixeira. O crime pelo qual o réu foi julgado ocorreu no dia 11 de janeiro de 2012, por volta das 9h, em via pública, na Rua José de Alencar, no Bairro Fátima, onde o denunciado utilizando-se de uma faca matou Isabel Teixeira da Silva, causando-lhe lesões letais. Na ocasião, o denunciado dirigiu-se até o local no intuito de matar Isabel. Ao encontrá-la, Márcio a pegou pelos cabelos, fez com que se ajoelhasse e cortou-lhe a garganta. Nesse instante o pai da vítima, Estoarte, correu em direção de Isabel para ajudá-la, momento em que foi atingido por uma estocada. Após atacar Estoarte, ferindo-o mortalmente, Márcio deu continuidade às agressões contra Isabel, a qual foi atingida com oito golpes de faca e acabou falecendo no local. Ato contínuo, o denunciado empreendeu fuga.

As razões que motivaram o denunciado a matar Isabel seriam ciúmes dela e por não aceitar a separação do casal. Nas mesmas circunstâncias de local, data e horário, o denunciado para assegurar a execução do crime praticado contra Isabel, utilizando-se de uma faca, matou Estoarte Rodrigues Teixeira, causando-lhe lesões letais, sendo ferido na região abdominal e falecendo em seguida, quando era socorrido em um posto de saúde do bairro. O denunciado matou Estoarte com a finalidade de assegurar a execução de outro crime.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções