Diário da Manhã

quinta, 01 de outubro de 2020

Notícias

LITERATURA : Oficina de criação com o escritor Alcy Cheuiche

LITERATURA : Oficina de criação com o escritor Alcy Cheuiche
28 agosto
08:46 2020

Com mais de trinta obras, o autor pelotense ministra oficina online

Por Carlos Cogoy

literatura Alcy Cheuiche LIVRO 3Na programação comemorativa ao cinquentenário da UFPel, e da Faculdade de Medicina Veterinária, o escritor pelotense Alcy Cheuiche retornou à cidade natal em 2019. Ele proferiu palestra, e revisitou locais que evocam a memória. Como recorda, nasceu no sobrado do bisavô Joaquim da Silva Tavares, então situado na esquina das ruas 15 de Novembro e Dr. Cassiano. Com mais de trinta livros publicados, o escritor menciona que pensou em escrever um romance autobiográfico. Para isso, já dispõe de algumas entrevistas e anotações. Mas o projeto ainda não está definido. “Tenho muitas lembranças de Pelotas, inclusive um encontro com Antônio Caringi, que narrarei. Além disso, um dos meus poemas campeiros mais conhecidos, ‘Que diacho! Eu gostava do meu cusco…’, foi escrito em Pelotas. Sempre lancei meus livros aí, e com grande apoio dos meus conterrâneos”, diz o autor, que está divulgando uma nova empreitada. Trata-se da Oficina de Criação Literária Virtual.

literatura Alcy Cheuiche LIVRO 2ESCREVER – Ministrando oficinas desde 2002, Cheuiche está oferecendo a Oficina de Criação Literária – Técnicas Essenciais na Arte de Escrever Contos (Módulo 1). Duração de três meses, em doze aulas individuais. O escritor acrescenta:” A idade mínima é catorze anos, pois a oficina para crianças obedece outra dinâmica. Já a idade máxima é sem limite. Uma de minhas melhores alunas de oficina, começou a escrever com 82 anos. E já vi muitas vezes alunos que, começaram do zero mas, em poucos meses, passaram a escrever melhor do que outros mais experientes. Costumo dizer que, na oficina, o aluno aprende a nadar dentro d’água, ou seja, aprende a escrever escrevendo. Todos os textos que recebo, são avaliados primeiro pelas qualidades, e depois pelos eventuais defeitos. As sugestões para melhorar o texto, são sempre bem explicadas por escrito. Assim, o feed-back  é permanente. Como as aulas são individuais, estimulo cada um dos alunos a publicar, no futuro, uma coletânea de contos, ou um romance, conforme a oficina”. Informações via WhatsApp (51) 9 9703.8175 (Ana Helena Rillho). E-mail: [email protected]

TÉCNICAS – A oficina visa a construção da narrativa, buscando o equilíbrio dos elementos: personagens; ambiente; ação. Em destaque, o conceito de “hiperestesia”, que abrange os cinco sentidos na narrativa ficcional. Além disso, também aulas sobre foco narrativo, uso correto do tempo verbal, discurso direto e indireto. “O leitor, frente a frente com a narrativa, dispõe apenas das palavras para formar em sua mente, as imagens do ambiente, dos personagens, da ação. Desta forma torna-se indispensável que sejam escritas palavras que lhe transmitam cores, sons, odores, sabores, sensações táteis”, explica Cheuiche. Na oficina, aulas são enviadas por email e WhatsApp, seguindo também um resumo através de vídeo. Já o aluno envia a tarefa semanal por e-mail. Se houver necessidade, pode ligar para o escritor para solucionar dúvidas importantes.

literatura Alcy Cheuiche LIVROAUTOR de autor de romances, poesias, crônicas e teatro, Alcy Cheuiche tem mais de trinta obras publicadas, algumas delas traduzidas para o espanhol, alemão, inglês e francês. Dedica-se principalmente ao romance, em especial ao histórico, tendo retratado personagens da maior relevância, como Santos Dumont, João Cândido – O Almirante Negro, Tamandaré, Sepé Tiaraju, Octávio Correia, o herói civil do 18 do Forte de Copacabana. Em 2006, foi patrono da 52ª Feira do Livro de Porto Alegre.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções