Diário da Manhã

quinta, 01 de outubro de 2020

Notícias

LIVRO : O direito à moradia habita no mercado

16 setembro
08:37 2020

Nesta quarta acontece live para lançamento do livro “Fique em casa?”

Por Carlos Cogoy

Pesquisa sobre a habitação no Brasil, abrangendo desde o início do século XIX, até o contexto da pandemia do novo coronavírus. Com destaque para contradições que envolvem a realidade local. Abordagem do livro “Fique em Casa?” (295 páginas), autoria do pesquisador Nino Rafael Medeiros Kruger. Conforme acrescenta, a obra resulta da dissertação de mestrado em Política Social e Direitos Humanos na UCPel, e a publicação foi viabilizada através de financiamento coletivo. O lançamento acontece hoje às 19h, numa live com debate sobre a temática. Para participar acesse Nino Rafael Kruger no Facebook. O autor, doutorando e integrante do Observatório dos Conflitos da Cidade da UCPel, menciona que a versão ebook será disponibilizada gratuitamente.

Livro Nino KrugerLIVE terá duração até 21h, e reunirá: doutora Cristine Ribeiro (docente do Programa de Pós-Graduação em Política Social e Direitos Humanos da UCPel, e coordenadora do Grupo de Estudo e Pesquisa em Questão Agrária, Urbana e Ambiental/Observatório dos Conflitos da Cidade); arquiteto Cassius Baumgartem (mestrando na FAUrb/UFPel); geógrafo Adriel Costa (mestrando em geografia, integra o Laboratório de Estudos Urbanos e Regionais – LEUR/UFPel); advogado Cristiano Muller, conselheiro estadual de direitos humanos; arquiteta Tuize Rovere, doutoranda e pesquisadora em Desenvolvimento Regional na Unisc, coautora do posfácio do livro “Fique em casa?”.

DIREITO À MORADIA – Nino explica: “A pesquisa que originou a escrita foi produzida a partir de provocações diversas que foram feitas pela comunidade do corredor da Estrada do Engenho, um grupo de famílias que vinha sendo ameaçada por processo de remoção. A escrita não aborda o processo específico da Estrada do Engenho, mas traz um levantamento histórico do problema habitacional brasileiro, abordando as legislações nacionais e internacionais que interferiram nas ações do Estado, para em seguida fazer um recorte para o caso de Pelotas. A rememoração histórica inicia com a chegada da coroa portuguesa ao Brasil e vem até a realidade pandêmica, apresentando as estratégias utilizadas para transformar um direito em objeto de mercado. Tal situação impede que a ampla maioria da população, possa hoje manter-se segura frente ao vírus. Para ficar em casa, é preciso ter casa! Mas a moradia digna no Brasil é tratada, enquanto direito, somente no âmbito retórico. Sendo na verdade, um artigo de luxo, um objeto que se coloca à disposição, somente daqueles que têm como arcar com seu alto custo. Lógica reproduzida e perpetuada pelos governantes na cidade de Pelotas”.

Autor Nino Rafael Medeiros Kruger

Autor Nino Rafael Medeiros Kruger

LIVRO está dividido em cinco capítulos, e tem ilustrações como mapas e gráficos. A publicação é da editora Fi, com ebook gratuito. Já a versão impressa, diz Nino, terá uma tiragem para distribuição. Exemplares serão direcionados gratuitamente, para escolas, movimentos sociais e associações de bairro. Interessados na versão impressa, devem entrar em contato com o autor. Ele explica que será cobrado o valor de custo da editora.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções