Diário da Manhã

segunda, 24 de fevereiro de 2020

Notícias

MARECHAL FLORIANO : Paula assina contrato de revitalização

MARECHAL FLORIANO  : Paula assina contrato de revitalização
14 fevereiro
08:17 2020

Mais de R$ 889 mil serão destinados à requalificação da rua Marechal Floriano, em toda a extensão – entre as ruas 15 de Novembro e Professor Araújo (650 metros lineares). O projeto faz parte do programa #ObraNoBairro, que trata dos investimentos do Município até o final do ano. O contrato foi assinado pela prefeita Paula Mascarenhas na manhã de ontem.

Investimento pertencente ao programa #ObraNoBairro

Investimento pertencente ao programa #ObraNoBairro

Junto ao vice-prefeito Idemar Barz e ao secretário de Planejamento e Gestão, Roberto Ramalho, a prefeita recebeu, para assinatura do documento, o proprietário da SBS Engenharia Ltda, Nélson Sperb Neto; o diretor de obras Waine Ginardi Teixeira de Souza; e o engenheiro Anderson de Melo. A empresa foi a vencedora da licitação. Agora, o contrato segue para a Caixa Econômica Federal, para aprovação do processo.

“É uma obra importante, no coração da cidade, percurso de acesso ao bairro Fragata. As intervenções na Floriano vêm para concluir a requalificação da área central e conectar o Calçadão à área da Saldanha Marinho e Largo de Portugal, valorizando o contexto do Centro e do bairro vizinho, o Simões Lopes”, comentou Paula.

A prefeita acrescentou: “as obras estão seguindo no mesmo ritmo desde o primeiro dia do meu governo”. Ao assinar o contrato, desejou um bom, qualificado e ágil trabalho à prestadora dos serviços.

02.01.2019 - Rua Floriano Peixoto antes da requalificação - Foto Michel CorvelloA REVITALIZAÇÃO da rua Marechal Floriano não exige intervenções na base e na sub-base. Também não envolve concretagem de nenhum trecho. O sistema de drenagem está pronto em toda a extensão. Sendo assim, não serão necessárias escavações, reduzindo de forma substancial o impacto causado por grandes empreendimentos à população.

“A obra será rápida e sem grandes transtornos. Não se compara com o trabalho realizado nas ruas General Osório e Marechal Deodoro, por exemplo, que demandaram longos períodos de interrupções de trânsito e limitações de acesso, exigidos pelo porte das intervenções”, frisou o secretário de Planejamento e Gestão, Roberto Ramalho.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções