Diário da Manhã

segunda, 20 de maio de 2019

Notícias

Médicos alertam para cuidados especiais com idosos para prevenção de atropelamentos

Médicos alertam para cuidados especiais com idosos para prevenção de atropelamentos
13 maio
08:38 2019

Quando se trata de um idoso fazendo a travessia de uma via, os cuidados vão muito além de buscar a faixa de segurança e respeitar o sinal. A dificuldade de equilíbrio e a baixa velocidade fazem com que as pessoas mais velhas liderem o ranking de vítimas fatais de atropelamentos em Porto Alegre, segundo estudo recente.

- No caso de idosos, é natural um maior risco de arritmias, tonturas, quedas e desequilíbrio, junto a uma lentidão das habilidades cognitivas e sensório-perceptivas, reflexas e motoras, o que facilita a ocorrência de acidentes no trânsito – explica a médica especialista em Medicina do Tráfego e presidente do Conselho de Representantes da Associação Médica do Rio Grande do Sul (AMRIGS), Mirian Beatriz Gehlen Ferrari,

Cautela e atenção são as palavras de ordem. Se não houver quem o acompanhe, é preciso lembrar sempre de usar a faixa de pedestres e cuidar o sinal. Travessias improvisadas são um risco grave. Além disso, é importante que não vestir roupas longas que possam enroscar nos calçados, pois isso pode causar desequilíbrio e provocar quedas. Os sapatos devem ser fechados e antiderrapantes.

A médica também orienta que, mesmo que não haja dificuldades para caminhar, se evite carregar pacotes e sacolas, e sair em um calor escaldante, afinal, isto pode causar tontura e desconforto.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções