Diário da Manhã

domingo, 15 de dezembro de 2019

Notícias

Mobilização chama atenção do executivo para a causa animal

Mobilização chama atenção do executivo para a causa animal
04 dezembro
10:30 2019

Um dos alvos de protesto dos manifestantes foi a redução drástica de castrações gratuitas, de 500 para 100

Com cartazes levantados e palavras de ordem, defensores da causa animal protestaram na abertura da 2ª Semana da Proteção Animal de Pelotas, que aconteceu segunda-feira, no Largo do Mercado Público.

A mobilização, convocada pela vereadora Cristina Oliveira (PDT) pelas redes sociais, reivindicou mais atenção do governo municipal com a pauta.

A maior parte dos cartazes fazia menção ao castramóvel, veículo adequado para a castração de animais em locais remotos. A aquisição da unidade móvel é demanda antiga: a vereadora já conquistou duas emendas parlamentares para a compra, mas a verba não foi utilizada pela Prefeitura de Pelotas na causa animal. Cristina também apontou na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) previsão para que a política fosse implementada, mas o Executivo excluiu a possibilidade.

Outro alvo de protesto dos manifestantes foi a redução drástica de castrações gratuitas, de 500 para 100. “Isso dificulta muito o trabalho dos protetores e faz com que muito do que realizamos seja perdido”, disse Cristina. A vereadora também relembrou o veto da prefeita Paula Mascarenhas ao Projeto de Lei que instituía multas mais rigorosas a quem cometesse maus-tratos aos animais. “Isso prejudica o trabalho de denúncias e evita que possamos coibir as agressões recorrentes aos animais”, lamentou.

Além desse projeto, a Prefeitura também vetou outros dois desde o início do mandato da parlamentar: o que estabelecia um serviço de divulgação com foto no site da administração municipal dos animais para adoção do Canil Municipal e o disque denúncia de maus-tratos.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções