Diário da Manhã

sexta, 18 de setembro de 2020

Notícias

MOSTROU A CARA: Brasil vence o Náutico e se anima na Série B

08 setembro
09:18 2020

Xavante engata segunda vitória consecutiva, se afasta do Z-4 e passa o aniversário tranquilo na tabela

Por: Henrique König

Na noite de sábado (5), pontualmente às 21h, a bola rolou para Brasil e Náutico, pela 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os times vinham de vitória, mas só o Xavante manteve a escrita positiva. Pelo placar de 2×1, com gols do volante Sousa e do atacante Poveda, de pênalti, o Rubro-Negro engatou o segundo triunfo consecutivo, foi aos 9 pontos na tabela e passa a rodada na 12ª colocação.

Com uma semana para treinar, o Xavante de Hemerson Maria só volta a campo no sábado (12), diante do Guarani, em Campinas.

Xavante engata segunda vitória consecutiva, se afasta do Z-4 e passa o aniversário tranquilo na tabela

Xavante engata segunda vitória consecutiva, se afasta do Z-4 e passa o aniversário tranquilo na tabela

Jogo movimentado

A partida contra o Náutico no Bento Freitas foi com bastante bola rolando e chances para os dois times. Mas as oportunidades demoraram a surgir. Em uma troca de passes, Bruno Matias tocou para Sousa, o paraibano ajeitou para a canhota, sua perna boa, e mandou um chute de rara beleza e felicidade: 1×0 para o Brasil em um pombo sem asas, com a curva da bola enganando o goleiro Jeferson, aos 16 minutos. O gol foi muito festejado pelos companheiros. Na entrevista da saída para o vestiário, Sousa relembrou seu 2019 complicado, pela grave fratura que precisou tratar na perna. O gol foi no chute certeiro para maior confiança e espantar a má fase.

Em arrancada de Poveda, que iria ficar frente a frente com o goleiro, o zagueiro Camutanga cometeu falta grave e poderia ser expulso, mas o árbitro aplicou somente o cartão amarelo.

O começo do segundo tempo é que reservou as maiores emoções. O Náutico foi para o ataque, disposto a empatar. E conseguiu: chute de longe de Jhonnatan, o goleiro Rafael Martins deu rebote e Dadá estava esperto para conferir no rebote: 1×1.

Mas o Brasil levantou a cabeça e foi ao ataque, com toque de bola envolvente, até Gabriel Poveda invadir a área e ser parado com falta. Pênalti marcado pelo árbitro Pathrice Maia. Após muita reclamação do Náutico, o próprio Poveda

cobrou e mandou rasteiro para rede: 2×1. Foi o terceiro gol do artilheiro, que entrou desde o início da partida, na vaga do suspenso Luiz Henrique.

A partida era frenética e o Náutico ainda acertou a trave logo depois. Em outro lance do Náutico, cruzamento para Salatiel, que cabeceou por cima. Do lado do Brasil, um levantamento encontraria o terceiro gol com Lázaro de cabeça, mas a arbitragem marcou falta de ataque do zagueiro xavante.

Durante a partida, o ataque rubro-negro seguiu com a leveza que tem demonstrado nos últimos jogos, com os reforços fazendo a diferença positivamente. Matheus Oliveira, pela direita, e Danilo Gomes, pela esquerda, conduzem o Brasil como desafogo para o time e incômodo aos adversários.

O meia central na partida foi Simião, que teve boa movimentação na vaga de Gegê, com entorse no tornozelo. Na lateral esquerda, Alex Ruan atuou no segundo tempo no lugar de Bruno Santos, que tem apresentado sequência na titularidade. Em troca dos emprestados pelo São Paulo, Rafael Vinicius ainda estreou na vaga de Danilo Gomes.

No fim do jogo, o cão de guarda Leandro Leite entrou na vaga de Matheus Oliveira e o Brasil soube proteger o resultado contra um bom time do Náutico, tecnicamente apreciador da posse de bola. Um Timbu pernambucano que trocou muitos passes, mas parou na defesa rubro-negra.

No próximo compromisso, sábado seguinte (12), às 11h, o Brasil enfrenta o Guarani em Campinas, no estádio Brinco de Ouro. É a chance de seguir a sequência de vitórias e pontuando para longe do Z-4. Por ora, um aniversário, 7 de setembro de 109 anos do G.E. Brasil, de tranquilidade para um torcedor que se permite sonhar mais na Série B.

FICHA TÉCNICA: BRASIL 2×1 NÁUTICO

BRASIL: Rafael Martins; Rodrigo Ferreira, Camilo, Lázaro e Bruno Santos; Sousa, Bruno Matias, Simião (Jarro), Matheus Oliveira (Leandro Leite), Danilo Gomes (Rafael Vinicius) e Gabriel Poveda (Dellatorre). Técnico: Hemerson Maria.

NÁUTICO: Jeferson; Hereda (Bryan), Camutanga, Lombardi e Willian Simões; Raldney, Matheus Trindade (Jhonnatan), Ddá (Paiva), Erick (Thiago), Jorge Henrique (Lucas PB) e Salatiel. Técnico: Gilson Kleina.

  • ÁRBITRO: Pathrice Maia, auxiliado por Andrea Sá e Daniel Oliveira Pereira.
  • LOCAL: Bento Freitas, Pelotas.
  • GOLS: Sousa e Gabriel Poveda (BRA) e Dadá (NAU).
  • Partida válida pela 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, disputada no sábado (05/09), às 21h.

Imagem 2

Imagem 1

Imagem 2

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções