Diário da Manhã

sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias

Operação Golfinho reforça a segurança no litoral

Operação Golfinho reforça a segurança no litoral
08 janeiro
15:55 2015
Como medida preventiva, algumas ações são realizadas diretamente com os banhistas.

Como medida preventiva, algumas ações são realizadas diretamente com os banhistas.

A 45ª edição da Operação Golfinho intensifica as ações de policiais, bombeiros e salva-vidas em praias e balneários do Rio Grande do Sul. As ações abrangem 89 cidades do litoral e interior para aumentar o grau de segurança nas vias urbanas e nas rodovias, realizar salvamentos, atuar na defesa civil e na proteção ao meio ambiente.

Desde o dia 1º de janeiro, o litoral conta com um total de 2.600 servidores, sendo cerca de 1.400 para as atividades de polícia e de 1.200 entre bombeiros e salva-vidas. Os salva-vidas estão distribuídos em 330 guaritas: 230 no litoral norte, 30 no litoral sul e 70 em águas internas.

O titular do Comando Regional de Policiamento Ostensivo do Litoral Norte, coronel Rogério da Silva Alberche, afirma que todas as medidas foram tomadas para garantir um veraneio tranquilo no litoral gaúcho. “Operações como a Balada Segura garantem maior segurança ao trânsito e o uso de bicicleta por parte de policiais é uma novidade para esse ano”, disse.

Como medida preventiva, algumas ações são realizadas diretamente com os banhistas. Entre elas está o uso do apito para informar, por exemplo, uma corrente forte de retorno, e as bandeiras de sinalização que seguem as cores do semáforo e informam as condições das áreas de banho.

Desde o dia 20 de dezembro de 2014, foram feitos 377 salvamentos. Os balneários com o maior número de pessoas resgatadas até o momento foram Torres, Tramandaí, Capão da Canoa e Imbé.

De acordo com o chefe do Estado Maior do Corpo de Bombeiros e coordenador-geral dos salva-vidas da Operação Golfinho, tenente-coronel Evaldo Rodrigues de Oliveira Júnior, é de extrema importância uma intervenção mais forte diretamente com os banhistas. “Grande parte dos acidentes acontecem por desconhecimento, muitos não se atentam aos perigos no mar. Orientando e informando os banhistas, podemos evitar que muitos salvamentos sejam necessários”, afirmou.

O Núcleo de Projetos Sociais da Seção de Comunicação Social da BM desenvolve os programas institucionais ao longo do período. São eles: Proerd Praia, Brigada em Cena, Banda na Praia, Salva-Vidas Mirim, Salva-vidas Máster, programa Patrulha no Mar e Escolinha ABC de Trânsito.

Para quem se dirige ao litoral, Rogrigues ressalta que os salva-vidas receberam treinamento nos meses de novembro e dezembro para garantir um bom veraneio aos gaúchos e sugere o uso de pulseiras de identificação para as crianças. “As pulseiras são distribuídas gratuitamente e nela são colocados os dados dos responsáveis. É uma ação simples que garante a segurança das crianças”, disse.

Já Alberche lembra que mesmo com a redução de furtos e roubos comparado com o mesmo período do ano passado, os cuidados devem ser mantidos. “Queremos reduzir ainda mais os números das ocorrências, para isso fazemos um trabalho ostensivo”, declarou.

A Operação Golfinho prossegue até o dia 02 de março de 2015.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções