Diário da Manhã

domingo, 09 de dezembro de 2018

Notícias

ORQUESTRA AREAL : Jovens instrumentistas de Pelotas assistirão a OSPA

10 agosto
08:44 2018

Por Carlos Cogoy

Em atividade há quatro anos, a Orquestra Estudantil Areal, sob a regência da professora Lys Márcia Ferreira, estará com atividade especial neste sábado. Ela destaca que talvez se trate da maior experiência do grupo de alunos. Os jovens instrumentistas estarão viajando a Porto Alegre, onde na sala Casa da Música, assistirão ao concerto da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA). A regência será do professor Fredi Gerling (UFRGS), um dos orientadores do projeto “Música na Escola” de 2015, que proporcionou orientação a professores estaduais acerca dos “kits” de instrumentos, para a criação de orquestras estudantis. À tarde, o grupo será recebido pela maestrina Cecilia Rheingantz Silveira, que está à frente da Orquestra Villa Lobos de Porto Alegre. E Lys Márcia salienta que a maestrina, também participou das palestras que orientaram professores da rede estadual. Os docentes, posteriormente, assumiram a formação de orquestras como a que surgiu na Escola Estadual Areal.

Regente Lys Márcia também coordena a Orquestra Estudantil Municipal

Regente Lys Márcia também coordena a Orquestra Estudantil Municipal

VIAGEM – Lys Márcia acrescenta: “Conseguimos em parceria com o coordenador de arte e inclusão da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da UFPel, professor João Fernando Igansi, o ônibus para o transporte dos alunos, considerando o excelente trabalho voluntário que alguns alunos da instituição têm oferecido a nossa orquestra. Fernanda  Neves, Poliana Santos, bem como nossa ex-aluna da orquestra, e hoje a acadêmica do curso de música Bruna Monteiro, têm participado das atividades tocando seus instrumentos, e auxiliando nas demandas dos ensaios e aulas”.

PARCERIA – Na viagem também alunos que integram a Orquestra Estudantil Municipal. “Dez alunos da rede municipal também farão parte dessa viagem”, diz Lys Márcia. Ela foi convidada pelo secretário municipal de educação e desporto, Arthur Corrêa, para que coordenasse o projeto da Orquestra Estudantil Municipal. Conforme Lys Márcia, as iniciativas facilitam e promovem maior integração, bem como oportunidades para vivenciar a música de concerto, e a formação de orquestras, em dois trabalhos que se complementam. “A Orquestra Estudantil Municipal está em funcionamento desde maio, e conta com aproximadamente trinta alunos, que estão estudando instrumentos como: violino, viola, violoncelo, contrabaixo acústico, flauta doce, clarinete, trompete e piano. Ainda temos vagas para novos alunos”, ressalta. Ela informa que os interessados, podem entrar em contato através do e-mail: orquestraestudantilmunicipal@gmail.com

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções