Diário da Manhã

quinta, 13 de agosto de 2020

Notícias

Outro Meia: Brasil apresenta Túlio Souza

23 dezembro
10:01 2013

O ex-jogador do Botafogo foi apresentado neste domingo no Bento Freitas

Cláudio Montanelli e Ricardo Fonseca apresentam Túlio Souza, que assina contrato para o Gauchão Foto: Carlos Insaurriaga/Assessoria GEB

Cláudio Montanelli e Ricardo Fonseca apresentam Túlio Souza, que assina contrato para o Gauchão
Foto: Carlos Insaurriaga/Assessoria GEB

Túlio Gustavo Cunha Souza é natural de Campina Grande, Paraíba. Ele começou a carreira profissional no Sport em 2001. Há 10 anos, ele chegou ao Bahia. Depois, o meia passou por CRB, Ceará e Treze. No Rio Grande do Sul, em 2005, Túlio jogou pelo Juventude e pela Ulbra. Na sequência, Santo André, Guarani, Coritiba e Botafogo. Mais tarde: Botafogo/SP, Duque de Caxias, Vila Nova/GO e Itumbiara.

O novo contratado do Brasil tanto pode jogar de volante como meia. É mais uma peça importante para o técnico Rogério Zimmermann armar o setor de meio-campo. Agora, ele conta com Leandro Leite, Washington, Nunes, Márcio Hahn, Elton, Léo Dias, Cleiton e Gustavinho, além do menino Axel, para disputar as quatro posições do setor. Isso sem falar em Wender, que também é volante, embora tenha sido deslocado para a lateral-direita.

O Brasil segue precisando de atacantes. Mas a estratégia continua sendo a mesma: buscar o atendimento das necessidades, sem pressa, sem promessa e sem alardes. E assim, o time vai se armando para o Gauchão.

O Brasil decidiu não ficar só em Léo Dias e Elton como contratados para o meio-campo visando o Campeonato Gaúcho. Neste domingo, a diretoria rubro-negra anunciou a contratação de Túlio Souza, 30 anos – jogador que já passou por clubes como Botafogo e Coritiba. O meio-campista já está treinando no Bento Freitas e deve ser uma das atrações no amistoso de sábado, contra o Lajeadense, em Pelotas.

Túlio Gustavo Cunha Souza é natural de Campina Grande, Paraíba. Ele começou a carreira profissional no Sport em 2001. Há 10 anos, ele chegou ao Bahia. Depois, o meia passou por CRB, Ceará e Treze. No Rio Grande do Sul, em 2005, Túlio jogou pelo Juventude e pela Ulbra. Na sequência, Santo André, Guarani, Coritiba e Botafogo. Mais tarde: Botafogo/SP, Duque de Caxias, Vila Nova/GO e Itumbiara.

O novo contratado do Brasil tanto pode jogar de volante como meia. É mais uma peça importante para o técnico Rogério Zimmermann armar o setor de meio-campo. Agora, ele conta com Leandro Leite, Washington, Nunes, Márcio Hahn, Elton, Léo Dias, Cleiton e Gustavinho, além do menino Axel, para disputar as quatro posições do setor. Isso sem falar em Wender, que também é volante, embora tenha sido deslocado para a lateral-direita.

O Brasil segue precisando de atacantes. Mas a estratégia continua sendo a mesma: buscar o atendimento das necessidades, sem pressa, sem promessa e sem alardes. E assim, o time vai se armando para o Gauchão.

Temporada começa com vitória

foto 2 página 14

Alex Amado marca primeiro gol da nova fase do Brasil na vitória de sábado contra o Lajeadense
Foto: Carlos Insaurriaga/Assessoria GEB

Nada melhor do que começar a temporada com vitória. Melhor ainda se for contra uma equipe do mesmo nível e fora de casa. O resultado pode representar pouco num amistoso, mas, se for positivo, confere sempre confiança ao trabalho. Aí estão justamente os elementos importantes do triunfo por 2 a 1 do Brasil diante do Lajeadense, neste sábado, na Arena Alviazul, em Lajeado. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 28, às 18h, no Bento Freitas.

O técnico Rogério Zimmermann escalou praticamente a mesma equipe das últimas partidas da temporada passada para começar o amistoso. A única novidade era a presença de Elton no meio-campo, formando a dupla de meias com Cleiton. A equipe apresentou bom ritmo de jogo, além de repetir a tradicional solidez defensiva. Assim, não correu risco e ainda pode aproveitar as chances de ataque para marcar os gols. O primeiro foi de Alex Amado, recebendo assistência de Leandro Leite. O segundo foi de autoria de Gustavo Papa.

Na segunda etapa, aos poucos, Zimmermann mudou todo o time. Léo Dias e Raulen fizeram a estreia. Anderson defendeu um pênalti cobrado por Lima. No fim do jogo, o Lajeadense descontou com Léo Paulista.

Lajeadense: Eduardo Martini; Márcio Gabriel, Micael (Ênio), Oliveira (Léo Paulista) e Márcio Goiano; Rudiero (Fábio Rosa), Everton, Mateus (João Felipe) e Renan Oliveira (Mikael Severo); Bruno Paulo e Geílson (Lima). Técnico: Fabiano Daitx.

Brasil: Luiz Müller (Anderson); Wender (Raulen), Cirilo (Ricardo Schneider), Fernando Cardozo (Ricardo Bierhals) e Rafael Forster (Edu Silva); Leandro Leite (Axel), Washington (Nunes), Elton (Márcio Hahn) e Cleiton (Gustavinho); Alex Amado (Capela) e Gustavo Papa (Léo Dias).

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções